Submarino alemão U-125 (1940) - German submarine U-125 (1940)

Da Wikipédia, a enciclopédia livre
U-505chicago.jpg
U-505 , um barco típico Tipo IXC
História
Alemanha nazista
Nome: U-125
Pedido: 7 de agosto de 1939
Construtor: DeSchiMAG AG Weser , Bremen
Número do pátio: 988
Deitado: 10 de maio de 1940
Lançado: 10 de dezembro de 1940
Comissionado: 3 de março de 1941
Destino: Afundado, 6 de maio de 1943
Características gerais
Classe e tipo: Submarino tipo IXC
Deslocamento:
  • 1.120 t (1.100 toneladas longas) surgiram
  • 1.232 t (1.213 toneladas longas) submerso
Comprimento:
Feixe:
  • 6,76 m (22 pés 2 pol.) O / a
  • Casco de pressão de 4,40 m (14 pés 5 pol.)
Altura: 9,60 m (31 pés 6 pol.)
Esboço, projeto: 4,70 m (15 pés 5 pol.)
Poder instalado:
  • 4.400 PS (3.200 kW; 4.300 bhp) (diesel)
  • 1.000 PS (740 kW; 990 shp) (elétrico)
Propulsão:
Alcance:
  • 13.450  nmi (24.910 km; 15.480 mi) a 10 nós (19 km / h; 12 mph) emergiu
  • 64 nmi (119 km; 74 mi) a 4 nós (7,4 km / h; 4,6 mph) submerso
Profundidade do teste: 230 m (750 pés)
Complemento: 4 oficiais, 44 alistados
Armamento:
Registro de serviço
Parte de:
Comandantes:
Operações:
  • 1ª patrulha: 15 a 28 de julho de 1941
  • 2ª patrulha: 12 de agosto - 5 de novembro de 1941
  • 3ª patrulha: 18 de dezembro de 1941 - 23 de fevereiro de 1942
  • 4ª patrulha: 4 de abril - 13 de junho de 1942
  • 5ª patrulha: 27 de julho - 6 de novembro de 1942
  • 6ª patrulha: 9 de dezembro de 1942 - 19 de fevereiro de 1943
  • 7ª patrulha: 13 de abril a 6 de maio de 1943
Vitórias: 17 navios comerciais afundados - 82.873  TAB

Submarino alemão U-125 foi um Tipo IXC U-boat da Alemanha nazista 's Kriegsmarine durante a II Guerra Mundial . Ela foi colocada no DeSchiMAG AG Weser como estaleiro número 988 em 10 de maio de 1940, lançado em 10 de dezembro e comissionado em 3 de março de 1941. Em sete patrulhas, ela afundou 17 navios para um total de 82.873  toneladas de registro bruto  (GRT). O barco era membro de três wolfpacks . Ela foi afundada em 6 de maio de 1943. Todos os 54 homens a bordo morreram.

Projeto

Os submarinos alemães Tipo IXC eram ligeiramente maiores do que os originais Tipo IXB . O U-125 teve um deslocamento de 1.120 toneladas métricas (1.100 toneladas longas) quando na superfície e 1.232 toneladas (1.213 toneladas longas) quando submerso. O U-boat tinha um comprimento total de 76,76 m (251 pés 10 pol.), Um comprimento de casco de pressão de 58,75 m (192 pés 9 pol.), Um feixe de 6,76 m (22 pés 2 pol.), Uma altura de 9,60 m ( 31 pés 6 pol.) E um calado de 4,70 m (15 pés 5 pol.). O submarino era movido por dois motores diesel MAN M 9 V 40/46 supercharged de quatro tempos e nove cilindros , produzindo um total de 4.400 cavalos métricos (3.240 kW; 4.340 shp) para uso enquanto na superfície, dois Siemens-Schuckert 2 GU 345 / 34 motores elétricos de dupla ação produzindo um total de 1.000 cavalos métricos (740 kW; 990 shp) para uso enquanto submersos. Ela tinha dois veios e dois (6 pés) de 1,92 m hélices . O barco era capaz de operar em profundidades de até 230 metros (750 pés).

O submarino tinha uma velocidade máxima de superfície de 18,3 nós (33,9 km / h; 21,1 mph) e uma velocidade máxima submersa de 7,3 nós (13,5 km / h; 8,4 mph). Quando submerso, o barco poderia operar por 63 milhas náuticas (117 km; 72 mi) a 4 nós (7,4 km / h; 4,6 mph); quando subiu à superfície, ela poderia viajar 13.450 milhas náuticas (24.910 km; 15.480 milhas) a 10 nós (19 km / h; 12 mph). L-125 foi equipada com seis 53,3 centímetros (21 polegadas) de torpedos (quatro montados na proa e duas na popa), 22 torpedos , um de 10,5 cm (4,13 polegadas) SK C / 32 canhão naval , 180 voltas, e uma SK C / 30 de 3,7 cm (1,5 pol.) , Bem como um canhão antiaéreo C / 30 de 2 cm (0,79 pol.) . O barco tinha uma tripulação de quarenta e oito.

Histórico de serviço

1ª e 2ª patrulhas

O U-125 partiu de Kiel em 15 de julho de 1941 em sua primeira patrulha, sob o comando de Kapitänleutnant Günter Kuhnke , chegando ao porto francês de Lorient, recentemente capturado no Atlântico, quatorze dias depois. O seu percurso a levou ao longo da costa norueguesa, através do fosso que separa as Ilhas Faroé e Shetland até ao Oceano Atlântico.

Sua segunda patrulha a levou ao longo da costa da África Ocidental, depois através do Atlântico e de volta ao seu porto de origem sem fazer nenhum ataque. Ela viajou por toda parte, indo para o Brasil e de volta para a África, em direção a Serra Leoa e Libéria .

3ª patrulha

O U-125 teve seu primeiro sucesso em sua terceira patrulha, sob o comando de seu novo comandante Kapitänleutnant Ulrich Folkers , afundando o navio mercante americano West Ivis ao largo do cabo Hatteras , Carolina do Norte, em 26 de janeiro de 1942. O navio se partiu em dois e afundou após 14 minutos. A tripulação de 36 e nove Guardas Armadas (o navio estava armado com uma arma de 4 polegadas (100 mm), quatro .50 cal. E quatro .30 cal. Metralhadoras ) foram perdidos.

4ª patrulha

O U-125 navegou em sua quarta e mais bem-sucedida patrulha de Lorient em 4 de abril de 1942. Ela fez seu primeiro ataque no dia 23, afundando o navio mercante americano Lammot Du Pont , cerca de 500 milhas náuticas (930 km; 580 milhas) a sudeste de Bermuda . Entre 3 e 18 de maio afundou mais oito navios mercantes, no Caribe , ao sul de Cuba , voltando ao seu porto de origem em 13 de junho. Uma vítima, Calgarolite , foi atingida por dois torpedos mas, apesar de se acomodar, não afundou. As armas AA do barco foram usadas para fazer buracos no casco. Após o fim do Camayagua , uma aeronave da Marinha dos Estados Unidos procurou o submarino sem sucesso; então voou para Georgetown, onde deixou cair uma nota no jardim do comissário com informações sobre os sobreviventes.

5ª e 6ª patrulhas

U-125 ' s próxima patrulha, o quinto, com início em 27 de julho de 1942, levou-a para a costa da África Ocidental, onde ela afundou seis navios mercantes entre 1 de Setembro e 8 de Outubro, voltando a Lorient em 6 de Novembro de 1942. Na sequência do naufrágio do Barão Ogilvy em 29 de setembro, os sobreviventes avistaram um pequeno comboio em 1º de outubro e conseguiram atrair sua atenção com sinalizadores. Infelizmente, um deles pegou fogo na mão do oficial chefe, causando queimaduras graves.

O Glendene foi para o fundo 90 segundos após ser atingido. Apesar desta rapidez, 38 dos 43 tripulantes sobreviveram ao naufrágio.

O U-125 navegou na sua sexta patrulha a 9 de Dezembro de 1942, para o Atlântico central, a sudoeste dos Açores , mas não fez nenhum ataque antes de regressar a Lorient a 19 de Fevereiro de 1943.

7ª patrulha e perda

O U-125 deixou Lorient pela última vez em sua sétima patrulha em 13 de abril de 1943. Ela se juntou ao "wolfpack" "Fink" ( inglês : Finch ) de 28 U-boats que estavam atacando o comboio ONS-5 entre 26 de abril e 6 Maio de 1943. Isso foi durante um período em que os decifradores britânicos eram incapazes de ler os sinais do submarino alemão enquanto podiam ler os sinais do comboio britânico, e o ONS-5 foi interceptado por uma forte força de submarinos durante uma tempestade no Atlântico. No entanto, o barco afundou apenas um navio, em 4 de maio ao sul de Cape Farewell (Groenlândia), ela talvez fosse ironicamente chamada de Lorient , uma retardatária do ONS-5; não houve sobreviventes.

O ONS-5 era um comboio de 43 navios, com nove milhas de largura por duas de comprimento, com um destruidor, uma fragata, três corvetas e dois rebocadores de resgate para defendê-lo. Foi atacado por cerca de trinta U-boats e perdeu treze navios no total, enquanto sete U-boats foram afundados pelas escoltas e aeronaves de apoio. Foi uma batalha particularmente sangrenta que marcou o ponto de viragem na Batalha do Atlântico , mostrando que, embora um determinado ataque em massa por U-boats pudesse romper as defesas do comboio, essa seria uma tática muito cara para fazer da guerra de U-boat uma estratégia vencedora para a Alemanha. O almirante Karl Dönitz perdeu seu filho nesta batalha.

Destino

Às 03:00 do dia 6 de maio de 1943, o U-125 foi localizado por radar em meio a nevoeiro espesso, atingido pelo HMS  Oribi e incapacitado, ela foi incapaz de mergulhar. Às 03:54 o U-boat foi avistado pelas corvetas da classe Flower Snowflake e Sunflower , e enquanto Snowflake manobrava para atacar, aproximando-se a 100 jardas, a tripulação do U-125 , percebendo sua posição indefensável, afundou o barco. O capitão do Snowflake sinalizou para o oficial sênior de escolta, o tenente comandante Robert Sherwood, propondo-se a buscá-los, e recebeu a resposta: "Não aprovado para buscar sobreviventes." Snowflake e Sunflower então retomaram suas posições ao redor do comboio, enquanto a tripulação do U-125 morria no Atlântico nas horas seguintes.

Resumo da história de invasão

Encontro Nome Nacionalidade Tonelagem Destino
26 de janeiro de 1942 West Ivis   Estados Unidos 5.666 Afundado
23 de abril de 1942 Lammot Du Pont   Estados Unidos 5.102 Afundado
3 de maio de 1942 San Rafael   República Dominicana 1.973 Afundado
4 de maio de 1942 Tuscaloosa City   Estados Unidos 5.687 Afundado
6 de maio de 1942 Empire Buffalo   Reino Unido 6.404 Afundado
6 de maio de 1942 Ilha Verde   Estados Unidos 1.946 Afundado
9 de maio de 1942 Calgarolita   Canadá 11.941 Afundado
14 de maio de 1942 Comayagua   Honduras 2.493 Afundado
18 de maio de 1942 Mercury Sun   Estados Unidos 8.893 Afundado
18 de maio de 1942 William J. Salman   Estados Unidos 2.616 Afundado
1 de setembro de 1942 Ilorin   Reino Unido 815 Afundado
23 de setembro de 1942 Bruyère   Reino Unido 5.335 Afundado
29 de setembro de 1942 Baron Ogilvy   Reino Unido 3.391 Afundado
30 de setembro de 1942 Empire Avocet   Reino Unido 6.015 Afundado
30 de setembro de 1942 Kumsang   Reino Unido 5.447 Afundado
8 de outubro de 1942 Glendene   Reino Unido 4.412 Afundado
4 de maio de 1943 Lorient   Reino Unido 4.737 Afundado

Veja também

Referências

Bibliografia

  • Busch, Rainer; Röll, Hans-Joachim (1999). Comandantes de submarinos alemães da Segunda Guerra Mundial: um dicionário biográfico . Traduzido por Brooks, Geoffrey. Londres, Annapolis, Md: Greenhill Books, Naval Institute Press. ISBN   1-55750-186-6 .
  • Busch, Rainer; Röll, Hans-Joachim (1999). Deutsche U-Boot-Verluste von setembro de 1939 bis Mai 1945 [ perdas do submarino alemão de setembro de 1939 a maio de 1945 ]. Der U-Boot-Krieg (em alemão). IV . Hamburgo, Berlim, Bonn: Mittler. ISBN   3-8132-0514-2 .
  • Edwards, Bernard (1996). Dönitz e os Wolfpacks - Os submarinos em guerra . Cassell Military Classics. pp. 198, 199. ISBN   0-304-35203-9 .
  • Gröner, Erich; Jung, Dieter; Maass, Martin (1991). U-boats e navios de guerra de minas . Navios de guerra alemães 1815–1945 . 2 . Traduzido por Thomas, Keith; Magowan, Rachel. Londres: Conway Maritime Press. ISBN   0-85177-593-4 .

links externos

  • Helgason, Guðmundur. "O barco Tipo IXC U-125" . U-boats alemães da segunda guerra mundial - uboat.net . Retirado em 7 de dezembro de 2014 .
  • Hofmann, Markus. " U 125 " . Deutsche U-Boote 1935-1945 - u-boot-archiv.de (em alemão) . Retirado em 30 de janeiro de 2015 .

Coordenadas : 52 ° 30′N 45 ° 20′W  /  52,500 ° N 45,333 ° W  / 52.500; -45,333