Alfabeto vietnamita - Vietnamese alphabet

Da Wikipédia, a enciclopédia livre
Alfabeto latino vietnamita
Chữ Quốc Ngữ
Tipo de script
Alfabeto
O Criador Jesuítas portugueses , Alexandre de Rhodes
línguas Vietnamita , outras línguas indígenas do Vietnã
Scripts relacionados
Sistemas pais

O alfabeto vietnamita ( vietnamita : Chữ Quốc Ngữ , "escrita da língua nacional") é a escrita latina moderna ou sistema de escrita para a língua vietnamita . Utiliza a escrita latina baseada nas línguas românicas desenvolvidas por missionários portugueses .

O alfabeto vietnamita contém 29 letras, incluindo nove com diacríticos , cinco das quais são usadas para designar um tom ( a , à , á , , ã e ) e as outras quatro usadas para outras letras do alfabeto ( ă, â / ê / ô, ơ, ư ). O grande número de letras com diacríticos, que podem até empilhar duas vezes na mesma letra (por exemplo, nhất - "primeiro"), torna-o bastante reconhecível entre as escritas latinas .

Nomes de letras e pronúncia

Alfabeto vietnamita manuscrito
Alfabeto vietnamita
Carta Nome (quando pronunciado) IPA Nome quando

usado na ortografia

IPA
Hà Nội Sài Gòn
A a uma /uma/ /uma/
É uma /uma/ /uma/
 â / əː˧˥ / / əː˧˥ /
B b ser / ɓe˧ / / ɓe˧ / bờ / ɓəː˨˩ /
C c / se˧ / / se˧ / cờ / kəː˨˩ /
D d /Z e/ / je˧ / Faz / zəː˨˩ /
Đ đ đê / ɗe˧ / / ɗe˧ / đờ / ɗəː˨˩ /
E e e / ɛ˧ / / ɛ˧ /
Ê ê ê / e˧ / / e˧ /
G g giê / ʒe˧ / / ʒe˧, ɹe˧ / vai / ɣəː˨˩ /
H h hát, hắt /chapéu/ / hak˧˥ / hờ / həː˨˩ /
Eu eu eu ngắn / i˧ ŋan˧˥ / / ɪi̯˧ ŋaŋ˧˥ / eu /eu/

(/ ɪi̯˧ /)

K k ca / kaː˧ / / kaː˧ / cờ / kəː˨˩ /
L l en lờ / ɛn˧ ləː˨˩ / / ɛŋ˧ ləː˨˩ / eu / ləː˨˩ /
Milímetros em mờ / ɛm˧ məː˨˩ / / ɛm˧ məː˨˩ / mờ / məː˨˩ /
N n en nờ, anh nờ / ɛn˧ nəː˨˩ / / an˧ nəː˨˩ / não / nəː˨˩ /
O o o / ɔ˧ / / ɔ˧ /
Ô ô ô / o˧ / / o˧ /
Ơ ơ ơ / əː˧ / / əː˧ /
P p pê, bê phở /educaçao Fisica/ /educaçao Fisica/ pờ / pəː˨˩ /
Q q quy / ku˧, kwi˧ / / kwi˧ / quờ

cờ

/ kwəː˨˩ /

/ kəː˨˩ /

R r e rờ / ɛ˧ rəː˨˩ / / ɛ˧ ɹəː˨˩ / rờ / rəː˨˩ /
WL ét xì, ét xờ / ɛt˦˥ si˨˩ / / ɛt˦˥, ə: t˦˥ (sə˨˩) / tão / ʂəː˨˩ /
T t / te˧ / / te˧ / para / təː˨˩ /
Vc vc você /você/ / ʊu̯˧ /
Ư ư você / ɨ˧ / / ɯ̽ɯ̯˧ /
V v / ve˧ / / ve˧ / vờ / vəː˧ /
X x ích xì / ik˦˥ si˨˩ / / ɪ̈t˦˥ (si˨˩) / xờ / səː˨˩ /
Sim y dài / i˧ zaːj˨˩ / / ɪi̯˧ jaːj˨˩ / y /eu/

(/ ɪi̯˧ /)

Existem seis tons , cada um com um diacrítico separado, que são marcados no IPA como suprassegmentais seguindo o valor fonêmico. Ele usa todas as 22 letras do alfabeto latino básico ISO mais 6 "letras" adicionais, onde 4 letras estão com os outros 3 diacríticos: Ă / ă, Â / â, Ê / ê, Ô / ô, Ơ / ơ, Ư / ư e a letra Đ / đ exceto para F / f, J / j, W / w e Z / z. As 4 letras acima mencionadas são usadas apenas para escrever empréstimos , línguas de outros grupos étnicos do país com base na fonética vietnamita para diferenciar os significados ou mesmo dialetos vietnamitas, por exemplo: dz ou z para pronúncia do vietnamita do norte de "gi" no vietnamita padrão, ou para distinguir o do vietnamita D (pronunciado y / j ou dz / z) e de Đ (pronunciado D como em inglês).

Notas :

  • Pronunciando b como Ser ou bò e p como PE ou PO é de evitar confusão, em alguns contextos, o mesmo para s tão Mạnh (nắng - pesado) e X como XO (NHE-luz) , i como i (NGAN-curto) e y como y (dài-long) .
  • Q , q é sempre seguido por u em todas as palavras e frases em vietnamita, por exemplo, quần (calças), quyến rũ (para atrair), etc.
  • O nome i-cờ-rét para y é do nome francês para a letra: i grec (grego I), referindo-se à origem da letra da letra grega upsilon . As outras pronúncias francesas obsoletas incluem e / ə: ˧ / e u / wi˧ /.

Consoantes

O alfabeto é amplamente derivado do português com grande influência do francês , embora o uso de gh e gi tenha sido emprestado do italiano (compare ghetto , Giuseppe ) e o de c / k / qu do grego e latim (compare canis , kinesis , quō vādis ), espelhando o uso em inglês dessas letras (compare cat , kite , queen ).

Consoantes
Grafema Palavra inicial ( IPA ) Word-Final Notas
Norte Sulista Norte Sulista
B b / ɓ /
C c / k / / / ⟨K⟩ é usado ao invés de ⟨iye ê⟩. K também é usado antes de U na cidade vietnamita de Pleiku .
⟨Qu⟩ é usado em vez de ⟨co cu⟩ se existir um / w / on-glide.
Realizado como [ k ] na posição final da palavra após as vogais arredondadas ⟨u ô o⟩.
Ch ch / / / c / / ʲk / / / Múltiplas análises fonêmicas do ⟨ch⟩ final foram propostas ( artigo principal ).
D d / z / / j / No vietnamita médio , ⟨d⟩ representava / ð / . ⟨D⟩ foi usado para escrever palavras vietnamitas nativas e ⟨gi⟩ foi usado para escrever palavras de origem chinesa.
Đ đ / ɗ /
G g / ɣ /
Gh gh A grafia usava ⟨gh⟩ em vez de ⟨g⟩ antes de ⟨ie ê⟩, aparentemente seguindo a convenção italiana . ⟨G⟩ não é permitido nesses ambientes.
Gi gi / z / / j / No vietnamita médio, ⟨gi⟩ representava / ʝ / . A distinção entre ⟨d⟩ e ⟨gi⟩ agora é puramente etimológica (e é a única) na maioria dos dialetos modernos. Realizado como [ʒ] na pronúncia ortográfica do norte. Escrito ⟨g⟩ antes de outro ⟨i⟩.
H h / h /
K k / k / A grafia é usada em vez de ⟨c⟩ antes de ⟨iye ê⟩ para seguir a tradição europeia . ⟨C⟩ não é permitido nesses ambientes.
Kh kh / x / No vietnamita médio, ⟨kh⟩ foi pronunciado [ ]
L l / l /
Milímetros / m / / m /
N n / n / / n / / ŋ / No vietnamita do sul, o final de palavra ⟨n⟩ é realizado como [ ŋ ] se não após ⟨i ê⟩.
Ng ng / ŋ / / ŋ / Realizado como [ŋ͡m] na posição final da palavra após as vogais arredondadas ⟨u ô o⟩.
Ngh ngh Ortografia usada em vez de ⟨ng⟩ antes de ⟨ie ê⟩ de acordo com ⟨gh⟩.
Nh nh / ɲ / / ʲŋ / / n / Múltiplas análises fonêmicas do ⟨nh⟩ final foram propostas ( artigo principal ).
P p / p / Ocorre inicialmente apenas em empréstimos. Alguns vietnamitas pronunciam-no como um som "b" (como em árabe ).
Ph ph / f / No vietnamita médio, ⟨ph⟩ foi pronunciado [ ]
Qu qu / / A grafia é usada no lugar de ⟨co cu⟩ se existir um / w / on-glide.
R r / z / / r / Variavelmente pronunciado como uma fricativa [ ʐ ] , aproximante [ ɹ ] , flap [ ɾ ] ou trinado [ r ] na fala sulista.
WL / s / / ʂ / Realizado como [ʃ] na pronúncia ortográfica do norte.
T t / t / / / / k / Em vietnamita do sul, finalt⟩ final de palavra é realizado como [ k ] se não após ⟨i ê⟩.
Th th / /
Tr tr / / / ʈ / Realizado como [tʃ] na pronúncia ortográfica do norte.
V v / v / No vietnamita médio, era representado por a b com floreio ⟨⟩ ȸ e pronunciado como [ β ] .
Pode ser percebido como [ v ] na fala sulista por meio da pronúncia ortográfica e em palavras emprestadas.
X x / s / No vietnamita médio, ⟨x⟩ foi pronunciado [ ɕ ] .

Vogais

Pronúncia

A correspondência entre a ortografia e a pronúncia é um tanto complicada. Em alguns casos, a mesma letra pode representar vários sons diferentes e letras diferentes podem representar o mesmo som. Isso ocorre porque a ortografia foi projetada há séculos e a língua falada mudou, como mostra o gráfico acima que contrasta com a diferença entre o vietnamita médio e moderno.

As letras y e i são principalmente equivalentes, e não há nenhuma regra concreta que diga quando usar uma ou outra, exceto em sequências como ay e uy (ou seja, tay ("braço, mão") é lido / tă̄j / enquanto tai ( "ouvido") é lido / tāj / ). Desde o final do século 20, tem havido tentativas de padronizar a ortografia substituindo todos os usos vocálicos de y por i , sendo a última uma decisão do Ministério da Educação vietnamita em 1984. Esses esforços parecem ter tido efeito limitado. Nos livros didáticos publicados por Nhà Xuất bản Giáo dục ("Editora da Educação"), y é usado para representar / i / apenas em palavras sino-vietnamitas escritas apenas com uma letra y (ainda é possível adicionar diacríticos, como em ý , ), no início de uma sílaba quando seguida por ê (como em yếm , yết ), após u e na seqüência ay ; portanto, formas como * lý e * kỹ não são "padrão", embora sejam muito preferidas em outros lugares. A maioria das pessoas e da mídia popular continua a usar a grafia com a qual está mais acostumada.

Ortografia e pronúncia em vietnamita
Ortografia Som
uma   / a / ( [æ] em alguns dialetos) exceto como abaixo
  / ă / em au / ăw / e ay / ăj / (mas / a / em ao / aw / e ai / aj / )
  / ăj / antes do final da sílaba nh / ŋ / e ch / k / , ver
  fonologia vietnamita # Análise do ch final , nh
  / ə̯ / em ưa / ɨə̯ / , ia / iə̯ / e ya / iə̯ /
  / ə̯ / em ua, exceto depois de q
uma   /uma/
uma   / ə̆ /
e   / ɛ /
ê   / e / exceto como abaixo
  / ə̆j / antes da sílaba-final nh / ŋ / e ch / k / , ver
  fonologia vietnamita # Análise do ch final , nh
  / ə̯ / em / iə̯ / e / iə̯ /
eu   / i / exceto como abaixo
  / j / após qualquer letra vocálica
o   / ɔ / exceto como abaixo
  / ăw / antes de ng e c
  / w / depois de qualquer letra vocálica (= depois de a ou e )
  / w / antes de qualquer letra vogal exceto i (= antes de ă , a ou e )
ô   / o / exceto como abaixo
  / ə̆w / antes de ng e c, exceto depois de um u que não é precedido por um q
  / ə̯ / em uô, exceto depois de q
ơ   / ə / exceto conforme abaixo
  / ə̯ / em ươ / ɨə̯ /
você   / u / excepto como abaixo
  / w / depois q ou qualquer carta vogal
  / w / antes de qualquer carta vogal excepto uma , ô e i
 Antes um , ô e i : / w / se precedido por q , / u / em contrário
você   / ɨ /
y   / i / exceto conforme abaixo
  / j / após qualquer letra vocálica exceto u (= após â e a )

Os usos das letras i e y para representar o fonema / i / podem ser categorizados como "padrão" (como usado em livros publicados por Nhà Xuất bản Giáo dục) e "não padrão" como segue.

Ortografia padrão em vietnamita
Contexto "Padrão" "Fora do padrão"
Em sílabas não sino-vietnamitas de uma letra i (por exemplo: i tờ, í ới, ì ạch, ỉ ôi, đi ị)
Em sílabas sino-vietnamitas de uma letra y (por exemplo: y học, ý kiến, ỷ lại)
Sílaba inicial, não seguida de ê i (por exemplo: ỉa đái, im lặng, ích lợi, ỉu xìu)
Sílaba inicial, seguida por ê y (por exemplo: yếu ớt, yếm dãi, yết hầu)
Depois de você y (por exemplo: uy lực, huy hoàng, khuya khoắt, tuyển mộ, khuyết tật, khuỷu tay, huýt sáo, khuynh hướng)
Depois de qu , não seguido por ê, nh y (por exemplo: quý giá, quấn quýt) i (por exemplo: quí giá, quấn quít)
Depois de qu , seguido por ê, nh y (por exemplo: quyên góp, xảo quyệt, mừng quýnh, hoa quỳnh)
Depois de b, d, đ, r, x i (por exemplo: bịa đặt, diêm dúa, địch thủ, rủ rỉ, triều đại, xinh xắn)
Depois de g , não seguido por a, ă, â, e, ê, o, ô, ơ, u, ư i (por exemplo: cái gì ?, giữ gìn)
Depois de h, k, l, m, t , não seguido por nenhuma letra, em sílabas não sino-vietnamitas i (por exemplo: ti hí, kì cọ, lí nhí, mí mắt, tí xíu)
Depois de h, k, l, m, t , não seguido por nenhuma letra, em sílabas sino-vietnamitas i (por exemplo: hi vọng, kì thú, lí luận, mĩ thuật, giờ Tí) y (por exemplo: hy vọng, kỳ thú, lý luận, mỹ thuật, giờ Tý)
Depois de ch, gh, kh, nh, ph, th i (por exemplo: chíp hôi, ghi nhớ, ý nghĩa, khiêu khích, nhí nhố, phiến đá, buồn thiu)
Depois de n, s, v , não seguido por nenhuma letra, em sílabas com nomes não próprios i (por exemplo: ni cô, si tình, vi khuẩn)
Após n, s, v , não seguido por nenhuma letra, em nomes próprios i (por exemplo: Ni, Thuỵ Sĩ, Vi) y (por exemplo: Ny, Thụy Sỹ, Vy)
Depois de h, k, l, m, n, s, t, v , seguido por uma letra i (por exemplo: thương hiệu, kiên trì, bại liệt, ngôi miếu, nũng nịu, siêu đẳng, mẫn tiệp, được việc)
Em nomes pessoais vietnamitas , após uma consoante eu ou i ou y, dependendo da preferência pessoal

Este "padrão" estabelecido por Nhà Xuất bản Giáo dục não é definitivo. Não se sabe por que os livros de literatura usam enquanto os livros de história usam .

Ortografia

Núcleos vocálicos

A tabela abaixo corresponde às vogais do vietnamita hanoi (escritas no IPA ) e seus respectivos símbolos ortográficos usados ​​no sistema de escrita.

Frente Central Voltar
Som Ortografia Som Ortografia Som Ortografia
Centrando / iə̯ / iê / ia * / ɨə̯ / ươ / ưa * / uə̯ / uô / ua *
Perto /eu/ eu, eu / ɨ / você /você/ você
Close-mid /
Mid
/ e / ê / ə / ơ / o / ô
/ ə̆ / uma
Open-mid /
Open
/ ɛ / e /uma/ uma / ɔ / o
/uma/ uma

Notas :

  • A vogal / i / é:
    • geralmente escrito i : / sǐˀ / = (Um sufixo indicando profissão, semelhante ao sufixo inglês -er ).
    • às vezes escrito y após h, k, l, m, n, s, t, v, x: / mǐˀ / = Mỹ (América)
      • É sempre escrito y quando:
  1. precedido por uma vogal ortográfica: / xwīə̯n / = khuyên 'aconselhar';
  2. no início de uma palavra derivada do chinês (escrita como i de outra forma): / ʔīə̯w / = yêu 'amar'.
  • A vogal / ɔ / é escrita oo antes de c ou ng (visto que o nessa posição representa / ăw / ): / ʔɔ̌k / = oóc 'órgão (musical)'; / kǐŋ kɔ̄ŋ / = kính coong . Isso geralmente ocorre apenas em empréstimos recentes ou ao representar a pronúncia dialetal.
  • Da mesma forma, a vogal / o / é escrita ôô antes de c ou ng : / ʔōŋ / = ôông ( Nghệ An / Hà Tĩnh variante de ông / ʔə̆̄wŋ / ). Mas ao contrário de oo ser frequentemente usado em onomatopeias, transcrições de outras línguas e palavras "emprestadas" de dialetos Nghệ An / Hà Tĩnh (como voọc ), ôô parece ser usado apenas para transmitir a sensação dos acentos Nghệ An / Hà Tĩnh. Nas transcrições, ô é o preferido (por exemplo, các-tông 'papelão', ắc-coóc-đê-ông 'acordeão').

Ditongos e tritongos

Vogais Crescentes Vogais ascendentes e decrescentes Vogais cadentes
núcleo (V) / w / on-glides / w / + V + off-glide / j / off-glides / w / off-glides
frente e / wɛ / oe / (q) ue * / wɛw / oeo / (q) ueo * / ɛw / eo
ê / nós / / ew / êu
eu / wi / uy / wiw / uyu / iw / iu
ia / iê / yê * / wiə̯ / uyê / uya * / iə̯w / iêu / yêu *
central uma / wa / oa / (q) ua * / waj / oai / (q) uai, / waw / oao / (q) uao * / aj / ai / aw / ao
uma / wă / oă / (q) uă * / wăj / oay / (q) uay * / ăj / ay / ăw / au
uma / wə̆ / / wə̆j / uây / ə̆j / Ây / ə̆w / âu
ơ / wə / / əj / ơi / əw / ơu
você / ɨj / ưi / ɨw / ưu
ưa / ươ * / ɨə̯j / ươi / ɨə̯w / ươu
voltar o / ɔj / oi
ô / oj / ôi
você / uj / ui
ua / uô * / uə̯j / uôi

Notas :

O glide / w / está escrito:

  • u depois de / k / (escrito q neste caso)
  • o na frente de a , ă ou e, exceto depois de q
  • o seguindo a e e
  • u em todos os outros casos; observe que / ăw / é escrito como au em vez de * ău (cf. ao / aw / ), e que / i / é escrito como y após u

O off-glide / j / é escrito como i exceto depois de â e ă , onde é escrito como y ; note que / ăj / é escrito como ay em vez de * ăy (cf. ai / aj / ).

O ditongo / iə̯ / está escrito:

  • ia no final de uma sílaba: / mǐə̯ / = mía 'cana-de-açúcar'
  • antes de uma consoante ou off-glide: / mǐə̯ŋ / = miếng 'pedaço'; / sīə̯w / = xiêu 'inclinar, inclinar'
Note que o i do ditongo alterações em y após u :
  • ya : / xwīə̯ / = khuya 'tarde da noite'
  • : / xwīə̯n / = khuyên 'para aconselhar'
muda para no início de uma sílaba ( ia não muda):
  • / īə̯n / = yên 'calma'; / ǐə̯w / yếu ' ' fraco, fraco '

O ditongo / uə̯ / está escrito:

  • ua no final de uma sílaba: / mūə̯ / = mua 'para comprar'
  • antes de uma consoante ou off-glide: / mūə̯n / = muôn 'dez mil'; / sūə̯j / = xuôi 'para baixo'

O ditongo / ɨə̯ / é escrito:

  • ưa no final de uma sílaba: / mɨ̄ə̯ / = mưa 'chover'
  • ươ antes de uma consoante ou off-glide: / mɨ̄ə̯ŋ / = mương 'canal de irrigação'; / tɨ̌ə̯j / = tưới 'para regar, irrigar, borrifar'

Marcas de tons

O vietnamita é uma língua tonal , ou seja, o significado de cada palavra depende do tom (basicamente um tom específico e padrão de glotalização ) em que é pronunciada. Existem seis tons distintos (incluindo nenhum tom) no dialeto padrão do norte. No sul, ocorre uma fusão dos tons hỏi e ngã, saindo de fato cinco tons. O primeiro ("tom nivelado") não é marcado e os outros cinco são indicados por diacríticos aplicados à parte vocálica da sílaba. Os nomes dos tons são escolhidos de forma que o nome de cada tom seja falado no tom que ele identifica.

Diacrítico Símbolo Nome Contorno Vogais com diacrítico
não marcado N / D Ngang ou Bằng nível médio, ˧ A / a, Ă / ă, Â / â, E / e, Ê / ê, I / i, O / o, Ô / ô, Ơ / ơ, U / u, Ư / ư, Y / y
acento grave uma Huyền queda baixa, ˨˩ À / à, Ằ / ằ, Ầ / ầ, È / è, Ề / ề, Ì / ì, Ò / ò, Ồ / ồ, Ờ / ờ, Ù / ù, Ừ / ừ, Ỳ / ỳ
gancho acima uma Hỏi queda no meio, ˧˩ (Norte); imersão, ˨˩˥ (sul) Ả / ả, Ẳ / ẳ, Ẩ / ẩ, Ẻ / ẻ, Ể / ể, Ỉ / ỉ, Ỏ / ỏ, Ổ / ổ, Ở / ở, Ủ / ủ, Ử / ử, Ỷ / ỷ
til uma Ngã ascensão glotalizada, ˧˥ˀ (Norte); Tom Dấu Hỏi ligeiramente alongado (sul) Ã / ã, Ẵ / ẵ, Ẫ / ẫ, Ẽ / ẽ, Ễ / ễ, Ĩ / ĩ, Õ / õ, Ỗ / ỗ, Ỡ / ỡ, Ũ / ũ, Ữ / ữ, Ỹ / ỹ
acento agudo uma Saco alta ascensão, ˧˥ Á / á, Ắ / ắ, Ấ / ấ, É / é, Ế / ế, Í / í, Ó / ó, Ố / ố, Ớ / ớ, Ú / ú, Ứ / ứ, Ý / ý
ponto abaixo uma Nặng queda glotalizada, ˧˨ˀ (Norte); baixa ascensão, ˩˧ (sul) Ạ / ạ, Ặ / ặ, Ậ / ậ, Ẹ / ẹ, Ệ / ệ, Ị / ị, Ọ / ọ, Ộ / ộ, Ợ / ợ, Ụ / ụ, Ự / ự, Ỵ / ỵ
  • As vogais não marcadas são pronunciadas com uma voz uniforme, no meio do intervalo de fala.
  • O sotaque grave indica que o falante deve começar um pouco baixo e cair um pouco no tom, com a voz cada vez mais ofegante .
  • O gancho indica em vietnamita do norte que o falante deve começar na faixa média e cair, mas no vietnamita do sul que o falante deve começar um pouco baixo e cair, depois subir (como ao fazer uma pergunta em inglês).
  • No Norte, um til indica que o alto-falante deve começar no meio, interromper (com uma parada glótica ), então começar de novo e subir como uma pergunta no tom. No Sul, é realizado de forma idêntica ao tom Hỏi.
  • O acento agudo indica que o alto-falante deve começar no meio e aumentar acentuadamente no tom.
  • O ponto significa no norte do vietnamita que o alto-falante começa baixo e diminui no tom, com a voz se tornando cada vez mais rangente e terminando em uma parada glótica

Em sílabas em que a parte vocálica consiste em mais de uma vogal (como ditongos e trifongos), o posicionamento do tom ainda é uma questão de debate. Geralmente, existem duas metodologias, um "estilo antigo" e um "estilo novo". Enquanto o "estilo antigo" enfatiza a estética, colocando a marca de tom o mais próximo possível do centro da palavra (colocando a marca de tom na última vogal se houver uma parte consonantal final e na penúltima vogal se o a desinência consoante não existe, como em hóa , hủy ), o "novo estilo" enfatiza os princípios linguísticos e tenta aplicar a marca de tom na vogal principal (como em hoá , huỷ ). Em ambos os estilos, quando uma vogal já possui um diacrítico de qualidade, a marca de tom deve ser aplicada a ela também, independentemente de onde apareça na sílaba (portanto, thuế é aceitável, enquanto thúê não). No caso do ditongo ươ , a marca é colocada no ơ . O u em qu é considerado parte da consoante. Atualmente, o novo estilo é geralmente usado em livros publicados por Nhà Xuất bản Giáo dục, enquanto a maioria das pessoas ainda prefere o estilo antigo em usos casuais. Entre as comunidades vietnamitas no exterior, o estilo antigo é predominante para todos os fins.

Na ordenação lexical, as diferenças nas letras são tratadas como primárias, as diferenças nas marcações de tons como secundárias e as diferenças no caso como diferenças terciárias. (As letras incluem, por exemplo, A e Ă mas não Ẳ. Dicionários mais antigos também tratavam dígrafos e trígrafos como CH e NGH como letras básicas.) A ordenação de acordo com as diferenças primárias e secundárias procede sílaba por sílaba. De acordo com esse princípio, um dicionário lista tuân thủ antes de tuần chay porque a diferença secundária na primeira sílaba tem precedência sobre a diferença primária na segunda sílaba.

Estrutura

No passado, as sílabas em palavras multissilábicas eram concatenadas com hifens, mas essa prática desapareceu e a hifenização agora está reservada para empréstimos de palavras de outros idiomas. Uma sílaba escrita consiste em no máximo três partes, na seguinte ordem da esquerda para a direita:

  1. Uma parte consoante inicial opcional
  2. Um núcleo de sílaba vocálica necessária e a marca de tom, se necessário, aplicada acima ou abaixo dela
  3. Uma parte consonantal de desinência só pode ser uma das seguintes: c , ch , m , n , ng , nh , p , t ou nada.

História

Uma página do dicionário de 1651 de Alexandre de Rhodes

Desde o início das regras chinesas em 111 aC, a literatura, documentos governamentais, trabalhos acadêmicos e escrituras religiosas foram todos escritos em chinês clássico ( chữ Hán ), enquanto a escrita indígena em chu han começou por volta do século IX. Desde o século 12, várias palavras vietnamitas começaram a ser escritas em chữ Nôm , usando caracteres chineses variantes , cada um representando uma palavra. O sistema foi baseado em chữ Hán, mas também foi suplementado com caracteres inventados pelo vietnamita ( chữ thuần nôm , caracteres Nôm adequados) para representar palavras vietnamitas nativas.

Criação de chữ Quốc ngữ

Já em 1620, com o trabalho de Francisco de Pina , missionários jesuítas portugueses e italianos no Vietnã começaram a usar a escrita latina para transcrever a língua vietnamita como uma ajuda para a aprendizagem da língua. O trabalho foi continuado pelo avignonense Alexandre de Rhodes . Com base em dicionários anteriores de Gaspar do Amaral e Antonio Barbosa , Rhodes compilou o Dictionarium Annamiticum Lusitanum et Latinum , um dicionário vietnamita-português-latim, que mais tarde foi impresso em Roma em 1651, usando seu sistema de grafia. Esses esforços levaram ao desenvolvimento do atual alfabeto vietnamita. Por 200 anos, chữ Quốc ngữ foi usado na comunidade católica.

Período colonial

Em 1910, a administração colonial francesa impôs o chữ Quốc ngữ. O alfabeto latino tornou-se então um meio de publicar a literatura popular vietnamita, considerada vulgar pelas elites imperiais educadas na China. A historiadora Pamela A. Pears afirmou que, ao instituir o alfabeto latino no Vietnã, os franceses separaram os vietnamitas de sua literatura tradicional do Hán Nôm. Hoje em dia, embora os vietnamitas usem principalmente chữ Quốc ngữ desde a década de 1920, novos termos vietnamitas para novos itens ou palavras são frequentemente extraídos de Hán Nôm. Alguns franceses planejaram originalmente substituir os vietnamitas por franceses, mas isso nunca foi um projeto sério, dado o pequeno número de colonos franceses em comparação com a população nativa. Os franceses tiveram que aceitar relutantemente o uso de chữ Quốc ngữ para escrever vietnamita, uma vez que este sistema de escrita, criado por missionários portugueses, é baseado na ortografia portuguesa, não no francês.

Educação de Massa

Entre 1907 e 1908, a curta Escola Livre Tonkin promulgou o chữ quữc ngữ e ensinou a língua francesa à população em geral.

Em 1917, o sistema francês suprimiu o sistema de exames confucionistas do Vietnã , visto como um sistema aristocrático vinculado ao "antigo regime", forçando assim as elites vietnamitas a educar seus filhos no sistema de ensino de língua francesa. O imperador Khải Định declarou o sistema de escrita tradicional abolido em 1918. Enquanto os nacionalistas tradicionais favoreciam o sistema de exames confucionistas e o uso de chữ Hán, os revolucionários vietnamitas, os nacionalistas progressistas e as elites pró-francesas viam o sistema educacional francês como um meio de "libertar "os vietnamitas da velha dominação chinesa e do insatisfatório" ultrapassado "sistema de exames confucionistas, para" democratizar "a educação e ajudar a vincular as filosofias vietnamitas às europeias.

O sistema colonial francês então estabeleceu outro sistema educacional, ensinando vietnamita como primeira língua usando chữ quốc ngữ na escola primária e depois a língua francesa (ensinada em chữ quốc ngữ). Centenas de milhares de livros didáticos para a educação primária começaram a ser publicados em chữ quốc ngữ, com o resultado não intencional de transformar o script em um meio popular de expressão da cultura vietnamita.

Final do século 20 até o presente

Antes da assistência por computador do século 21, o ato de composição e impressão em vietnamita foi descrito como um pesadelo devido ao número de acentos / diacríticos. Textos vietnamitas contemporâneos às vezes incluem palavras que não foram adaptadas à ortografia vietnamita moderna, especialmente para documentos escritos em caracteres chineses. A própria língua vietnamita foi comparada a um sistema semelhante aos " caracteres de rubi " em outras partes da Ásia. Consulte o idioma vietnamita e computadores para uso em telefones, computador e na Internet.

Digitando em vietnamita (suporte de computador)

Diferentes maneiras pelas quais as marcas de tom podem ser apresentadas em letras que já possuem diacrítico, por exemplo (`) na letra ê ao computadorizar o vietnamita.

O conjunto de caracteres universais Unicode tem suporte total para o sistema de escrita latino-vietnamita, embora não tenha um segmento separado para ele. Os caracteres obrigatórios que outras línguas usam estão espalhados pelos blocos Latim básico, Latim-1 Suplemento, Latim estendido-A e Latim estendido-B; aqueles que permanecem (como as letras com mais de um diacrítico) são colocados no bloco Adicional Adicional Latino. Uma convenção de escrita baseada em ASCII , vietnamita Quoted Readable e várias codificações baseadas em bytes, incluindo VSCII (TCVN) , VNI, VISCII e Windows-1258 foram amplamente utilizadas antes do Unicode se tornar popular. A maioria dos novos documentos agora usa exclusivamente o formato Unicode UTF-8 .

O Unicode permite ao usuário escolher entre caracteres pré-compostos e caracteres combinados ao inserir o vietnamita. Como no passado algumas fontes implementavam a combinação de caracteres de uma forma não padronizada (consulte a fonte Verdana ), a maioria das pessoas usa caracteres pré-compostos ao compor documentos em idioma vietnamita (exceto no Windows onde o Windows-1258 usava a combinação de caracteres).

A maioria dos teclados de telefones e computadores usados ​​por usuários de idiomas vietnamitas não oferecem suporte a entrada direta de sinais diacríticos por padrão. O software pode ser integrado ao sistema operacional ou existem vários softwares livres , como Unikey no computador ou Laban Key para telefone, que atuam como drivers de teclado. Eles suportam a maioria dos métodos de entrada, como Telex , VNI , VIQR e suas variantes.

Veja também

Bibliografia

  • Gregerson, Kenneth J. (1969). Um estudo da fonologia do Vietnã Médio. Bulletin de la Société des Etudes Indochinoises , 44 , 135–193. (Versão publicada da tese de mestrado do autor, University of Washington). (Reimpresso em 1981, Dallas: Summer Institute of Linguistics).
  • Haudricourt, André-Georges (1949). "Origine des particularités de l'alphabet vietnamien (tradução em inglês como: A origem das peculiaridades do alfabeto vietnamita)" (PDF) . Dân Việt-Nam . 3 : 61–68.
  • Healy, Dana (2003). Teach Yourself Vietnamese , Hodder Education, Londres.
  • Kornicki, Peter (2017), "Literatura sino-vietnamita", em Li, Wai-yee; Denecke, Wiebke; Tian, ​​Xiaofen (eds.), The Oxford Handbook of Classical Chinese Literature (1000 BCE-900 CE) , Oxford: Oxford University Press, pp. 568–578, ISBN   978-0-199-35659-1
  • Li, Yu (2020). O sistema de escrita chinês na Ásia: uma perspectiva interdisciplinar . Routledge. ISBN   978-1-00-069906-7 .
  • Nguyen, Đang Liêm. (1970). Pronúncia vietnamita . Textos em linguagem PALI: Sudeste Asiático. Honolulu: University of Hawaii Press. ISBN   0-87022-462-X
  • Nguyễn, Đình-Hoà. (1955). Quốc-ngữ: O sistema de escrita moderno no Vietnã . Washington, DC: Autor.
  • Nguyễn, Đình-Hoà (1992). "Fonologia vietnamita e empréstimos grafêmicos do chinês: o livro dos 3.000 caracteres revisitado". Estudos Mon-Khmer . 20 : 163–182.
  • Nguyễn, Đình-Hoà. (1996). Vietnamita. Em PT Daniels, & W. Bright (Eds.), The world writing systems , (pp. 691-699). Nova York: Oxford University Press. ISBN   0-19-507993-0 .
  • Nguyễn, Đình-Hoà. (1997). Vietnamita: Tiếng Việt không son phấn . Amsterdã: John Benjamins Publishing Company. ISBN   1-55619-733-0 .
  • Pham, Andrea Hoa. (2003). Tom vietnamita: uma nova análise. Dissertações de destaque em linguística. Nova York: Routledge. (Versão publicada da dissertação de doutorado do autor em 2001, University of Florida: Hoa, Pham. Tom vietnamita: O tom não é tom ). ISBN   0-415-96762-7 .
  • Sassoon, Rosemary (1995). A aquisição de um segundo sistema de escrita (ilustrado, ed. Reimpressa). Livros da Intellect. ISBN   1871516439 . Retirado em 24 de abril de 2014 .
  • Thompson, Laurence E. (1991). Uma gramática de referência vietnamita . Seattle: University of Washington Press. Honolulu: University of Hawaii Press. ISBN   0-8248-1117-8 . (Trabalho original publicado em 1965).
  • Wellisch, Hans H. (1978). A conversão de scripts, sua natureza, história e utilização . Série de ciências da informação (edição ilustrada). Wiley. ISBN   0471016209 . Retirado em 24 de abril de 2014 .
  • Language Monthly, edições 40–57 . Praetorius. 1987 . Retirado em 24 de abril de 2014 .

Leitura adicional

  • Nguyen, AM (2006). Vamos aprender o alfabeto vietnamita . Las Vegas: Viet Baby. ISBN   0-9776482-0-6
  • Shih, Virginia Jing-yi. Quoc Ngu Revolution: A Weapon of Nationalism in Vietnam . 1991.

Referências

  1. ^ a b c d Jacques, Roland (2002). Pioneiros portugueses da linguística vietnamita antes de 1650 - Pionniers Portugais de la Linguistique Vietnamienne Jusqu'en 1650 (em inglês e francês). Bangkok, Tailândia: Orchid Press. ISBN   974-8304-77-9 .
  2. ^ Jacques, Roland (2004). " Bồ Đào Nha và công trình sáng chế chữ quốc ngữ: Phải chăng cần viết lại lịch sử? " Traduzido por Nguyễn Đăng Trúc. Em Các nhà truyền giáo Bồ Đào Nha và thời kỳ đầu của Giáo hội Công giáo Việt Nam (Quyển 1) - Les missionnaires portugais et les débuts de l'Eglise catholique au Viêt-nam (Tomo 1 ). Reichstett, França: Định Hướng Tùng Thư. ISBN   2-912554-26-8 .
  3. ^ a b Trần, Quốc Anh; Phạm, Thị Kiều Ly (outubro de 2019). Từ Nước Mặn đến Roma: Những đóng góp của các giáo sĩ Dòng Tên trong quá trình La tinh hoá tiếng Việt ở thế kỷ 17 . Conferência 400 năm hình thành và phát triển chữ Quốc ngữ trong lịch sử empréstimo báo Tin Mừng tại Việt Nam. Cidade de Ho Chi Minh: Ủy ban Văn hóa, Conferência dos Bispos Católicos do Vietnã .
  4. ^ Haudricourt, André-Georges. 2010. "A origem das peculiaridades do alfabeto vietnamita." Mon-Khmer Studies 39: 89–104. Traduzido de: Haudricourt, André-Georges. 1949. "L'origine des Particularités de L'alphabet Vietnamien." Dân Viêt-Nam 3: 61–68.
  5. ^ Jakob Rupert Friederichsen Abrindo a produção de conhecimento por meio da pesquisa participativa? Frankfurt 2009 [6.1 História da Ciência e Pesquisa no Vietnã] Página 126 "6.1.2 Ciência colonial francesa no Vietnã: Com a era colonial, mudanças profundas ocorreram na educação, comunicação e ... Os colonizadores franceses instalaram um sistema europeu moderno de educação para substituir o modelo literário e baseado no confucionismo, eles promoveram uma escrita vietnamita romanizada (Quốc Ngữ) para substituir os personagens sino-vietnamitas (Hán Nôm) "
  6. ^ "Alfabeto do Vietnã" . vietnamesetipografia.
  7. ^ a b c d As vogais fechadas / i, ɨ, u / são ditongadas [ɪi̯, ɯ̽ɯ̯, ʊu̯].
  8. ^ "Você sabe pronunciar Igrec?" . HowToPronounce.com . Página visitada em 30/10/2017 .
  9. ^ Ver por exemplo Lê Bá Khanh; Lê Bá Kông (1998) [1975]. Dicionário vietnamita-inglês / inglês-vietnamita (7ª ed.). New York City: Hippocrene Books . ISBN   0-87052-924-2 .
  10. ^ "Alfabeto vietnamita" . Omniglot.com . 2014.
  11. ^ Kornicki 2017 , p. 568.
  12. ^ Tran, Anh Q. (outubro de 2018). "A historiografia dos jesuítas no Vietnã: 1615–1773 e 1957–2007" . Brill.
  13. ^ Li 2020 , pág. 106
  14. ^ Ostrowski, Brian Eugene (2010). "A ascensão da literatura cristã Nôm no Vietnã do século XVII: Fusão de conteúdo europeu e expressão local" . Em Wilcox, Wynn (ed.). Vietnã e o Ocidente: novas abordagens . Ithaca, New York: SEAP Publications, Cornell University Press. pp. 23, 38. ISBN   9780877277828 .
  15. ^ "Quoc-ngu | Sistema de escrita vietnamita" . Encyclopedia Britannica . Página visitada em 2013-04-13 .
  16. ^ a b Nguyên Tùng, "Langues, écritures et littératures au Viêt-nam", Aséanie, Sciences humaines en Asie du Sud-Est , vol. 2000/5, pp. 135-149.
  17. ^ Pamela A. Pears (2006). Remanescentes do Império na Argélia e no Vietnã: Mulheres, Palavras e Guerra . Lexington Books. p. 18. ISBN   0-7391-2022-0 . Página visitada em 2010-11-28 .
  18. ^ Trần Bích San. "Thi cử và giáo dục Việt Nam dưới thời thuộc Pháp" (em vietnamita). Nota 3. "Os franceses tiveram de aceitar com relutância a existência de chữ quốc ngữ. A propagação de chữ quốc ngữ em Cochinchina não foi, de fato, sem resistência [pela autoridade francesa ou elite vietnamita pró-francesa] [...] Chữ quốc ngữ foi criado por missionários portugueses de acordo com a ortografia fonêmica da língua portuguesa. Os vietnamitas não podiam usar chữ quốc ngữ para aprender a escrita francesa. Os franceses pronunciavam incorretamente chữ quốc ngữ na ortografia francesa, especialmente nomes de pessoas e topônimos. Assim, o O francês constantemente depreciava o chữ quốc ngữ por causa de sua inutilidade em ajudar na propagação da escrita francesa. "
  19. ^ Anderson, Benedict. 1991. Imagined Communities: Reflections on the Origin and Spread of Nationalism . Londres: Verso. pp. 127-128.
  20. ^ Wellisch 1978 , p. 94
  21. ^ "Language Monthly, Issues 40–57" 1987 , p. 20
  22. ^ Sassoon 1995 , p. 123

links externos