Submarino alemão U-176 - German submarine U-176

Da Wikipédia, a enciclopédia livre

U-505chicago.jpg
U-505 , um barco típico Tipo IXC
História
Alemanha nazista
Nome: U-176
Pedido: 23 de dezembro de 1939
Construtor: DeSchiMAG AG Weser , Bremen
Número do pátio: 1016
Deitado: 6 de fevereiro de 1941
Lançado: 12 de setembro de 1941
Comissionado: 15 de dezembro de 1941
Homeport: Lorient , França
Destino: Afundado, 15 de maio de 1943
Características gerais
Classe e tipo: Submarino tipo IXC
Deslocamento:
  • 1.120 t (1.100 toneladas longas) surgiram
  • 1.232 t (1.213 toneladas longas) submerso
Comprimento:
Feixe:
  • 6,76 m (22 pés 2 pol.) O / a
  • Casco de pressão de 4,40 m (14 pés 5 pol.)
Altura: 9,60 m (31 pés 6 pol.)
Esboço, projeto: 4,70 m (15 pés 5 pol.)
Poder instalado:
  • 4.400 PS (3.200 kW; 4.300 bhp) (diesel)
  • 1.000 PS (740 kW; 990 shp) (elétrico)
Propulsão:
Alcance:
  • 13.450  nmi (24.910 km; 15.480 mi) a 10 nós (19 km / h; 12 mph) emergiu
  • 64 nmi (119 km; 74 mi) a 4 nós (7,4 km / h; 4,6 mph) submerso
Profundidade do teste: 230 m (750 pés)
Complemento: 4 oficiais, 44 alistados
Armamento:
Registro de serviço
Parte de:
Comandantes:
Operações:
  • 1ª patrulha: 21 de julho - 2 de outubro de 1942
  • 2ª patrulha: 9 de novembro de 1942 - 18 de fevereiro de 1943
  • 3ª patrulha: 6 de abril - 15 de maio de 1943
Vitórias: 11 navios comerciais afundados (53.307  TAB )

Submarino alemão U-176 foi um Tipo IXC U-boat na Alemanha nazista 's Kriegsmarine durante a II Guerra Mundial .

Construído no estaleiro DeSchiMAG AG Weser em Bremen , foi deposto em 6 de fevereiro de 1941, lançado em 12 de setembro e comissionado em 15 de dezembro, sob o comando de Kapitänleutnant Reiner Dierksen .

O U-176 serviu com o 4. Unterseebootsflotille (flotilha de U-boat) durante o treinamento e, a partir de 1º de agosto de 1942, com a 10ª Flotilha de U-boat , uma unidade de operações de longo alcance. O U-176 completou três patrulhas, afundando 11 navios, totalizando 53.307  toneladas de registro bruto  (GRT), antes de ser afundado em Cayo Blanquizal pela Marinha cubana em 15 de maio de 1943.

Projeto

Os submarinos alemães Tipo IXC eram ligeiramente maiores do que os originais Tipo IXB . O U-176 teve um deslocamento de 1.120 toneladas (1.100 toneladas longas) quando na superfície e 1.232 toneladas (1.213 toneladas longas) quando submerso. O U-boat tinha um comprimento total de 76,76 m (251 pés 10 pol.), Um comprimento de casco de pressão de 58,75 m (192 pés 9 pol.), Um feixe de 6,76 m (22 pés 2 pol.), Uma altura de 9,60 m ( 31 pés 6 pol.) E um calado de 4,70 m (15 pés 5 pol.). O submarino era movido por dois motores diesel MAN M 9 V 40/46 supercharged de quatro tempos e nove cilindros , produzindo um total de 4.400 cavalos métricos (3.240 kW; 4.340 shp) para uso enquanto na superfície, dois Siemens-Schuckert 2 GU 345 / 34 motores elétricos de dupla ação produzindo um total de 1.000 cavalos de potência (1.010 PS; 750 kW) para uso enquanto submersos. Ela tinha dois veios e dois (6 pés) de 1,92 m hélices . O barco era capaz de operar em profundidades de até 230 metros (750 pés).

O submarino tinha uma velocidade máxima de superfície de 18,3 nós (33,9 km / h; 21,1 mph) e uma velocidade máxima submersa de 7,3 nós (13,5 km / h; 8,4 mph). Quando submerso, o barco poderia operar por 63 milhas náuticas (117 km; 72 mi) a 4 nós (7,4 km / h; 4,6 mph); quando subiu à superfície, ela poderia viajar 13.450 milhas náuticas (24.910 km; 15.480 milhas) a 10 nós (19 km / h; 12 mph). L-176 foi equipada com seis 53,3 centímetros (21 polegadas) de torpedos (quatro montados na proa e duas na popa), 22 torpedos , um de 10,5 cm (4,13 polegadas) SK C / 32 canhão naval , 180 voltas, e uma SK C / 30 de 3,7 cm (1,5 pol.) , Bem como um canhão antiaéreo C / 30 de 2 cm (0,79 pol.) . O barco tinha uma tripulação de quarenta e oito.

Histórico de serviço

1ª patrulha

Em 21 de julho de 1942, o U-176 partiu de Kiel , contornando as Ilhas Britânicas e entrando no Oceano Atlântico Norte. Ela matou pela primeira vez em 4 de agosto, afundando com dois torpedos o navio mercante britânico Richmond Castle de 7.798 toneladas sem escolta .

Em 7 de agosto, ela se juntou a cinco outros U-boats no reforço dos oito barcos do wolfpack Steinbrinck em uma série de ataques ao Convoy SC 94 . Em 8 de agosto, o U-176 disparou duas salvas de dois torpedos cada no comboio, afundando dois navios de carga britânicos, o Trehata de 4.817 toneladas e o Kelso de 3.956 toneladas , e o navio de carga grego de 7.914 toneladas Mount Kassion . No dia seguinte, ela também afundou outro navio britânico, o Radchurch de 3.701 toneladas , que havia sido abandonado. A escolta do comboio foi então reforçada pelo contratorpedeiro polonês Błyskawica e pelo líder destruidor britânico Broke . Ambos os navios estavam equipados com HF / DF (equipamento de radiodifusão), o que ajudou a manter os U-boats na baía até de manhã.

O U-176 afundou o navio de carga britânico Empire Breeze de 7.457 toneladas com dois torpedos em 25 de agosto. O navio fazia parte do comboio ON 122 ; o submarino encerrou a patrulha após 74 dias no mar em Lorient, na França, em 2 de outubro de 1942. Um dia após seu retorno, seu capitão recebeu a Cruz de Ferro de 1ª Classe.

2ª patrulha

O U-176 partiu de Lorient em 9 de novembro de 1942 e rumou para o Atlântico sul. Em 27 de novembro, ele afundou o navio mercante holandês Polydorus de 5.922 toneladas após uma perseguição de 50 horas, a mais longa registrada por qualquer submarino na Segunda Guerra Mundial.

Ao largo do Cabo São Roque , Brasil, em 13 de dezembro de 1942, a tripulação do U-176 embarcou no cargueiro sueco Scania , de 1.629 toneladas , e o afundou com cargas de afundamento depois que a tripulação abandonou o navio. Em 16 de dezembro, ela afundou o navio cargueiro britânico Observer de 5.881 toneladas sem escolta com dois torpedos.

Antes do naufrágio do Scania , um jovem marinheiro, Gottfrid Sundberg, sub - repticiamente fotografou o U-176 da Scania .

O U-176 voltou a Lorient em 18 de fevereiro de 1943, após uma patrulha de 102 dias.

3ª patrulha

O U-176 partiu para sua terceira e última patrulha em 6 de abril de 1943 de Lorient, cruzando o Atlântico e entrando no Mar do Caribe . Em 1 de maio, seu comandante foi notificado de sua promoção a Korvettenkapitän .

Em 13 de maio de 1943, U-176 atacaram Convoy NC 18 apenas cinco milhas ao largo da costa norte de Cuba, afundando a 2.249 toneladas petroleiro americano Nickeliner , que foi carregado com 3.400 toneladas de água de amoníaco , ea 1.983 ton cubanos melaço petroleiro Mambí .

Afundando

Relatório da Marinha dos EUA sobre o ataque ao U-176

Em 15 de maio, o navio mercante cubano Camagüey e o hondurenho Hanks , ambos carregados de açúcar, partiram de Sagua La Grande com destino a Havana , escoltados pelos caçadores de submarinos cubanos CS-11 , CS-12 e CS-13 . Às 17:15, uma aeronave Kingfisher da Marinha dos EUA do esquadrão VS-62 em operação de Cuba avistou o U-176 a 23 ° 21′N 80 ° 18′W  /  23,350 ° N 80,300 ° W  / 23.350; -80.300 Coordenadas : 23 ° 21′N 80 ° 18′W  /  23,350 ° N 80,300 ° W  / 23.350; -80.300 e soltou uma fumaça flutue para marcar sua posição cerca de uma milha e meia atrás do comboio. CS-13 localizou o U-boat com seu sonar, atacou com cargas de profundidade e afundou o U-176 .

Em 7 de janeiro de 1944 K.Kapt. . Reiner Dierksen foi condecorado postumamente com o Deutsches Kreuz em ouro.

O CS-13 foi comandado pelo comandante Alférez de Fragata , da Marinha cubana , Mario Ramirez Delgado, o único cubano a afundar um submarino durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1946, Delgado, promovido a Tenente, recebeu a Ordem do Mérito Naval com Distantivo Rojo (Ordem de Serviço Naval Meritória com Distintivo Vermelho). O contra-almirante Samuel E. Morison , historiador oficial da Marinha dos Estados Unidos, reconheceu seu sucesso em seu trabalho História das Operações Navais dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial , onde também elogiou a habilidade e eficiência dos marinheiros cubanos.

O barco patrulha CS-13, comandado pelo segundo-tenente Mario Ramirez Delgado, virou-se para o gás, fez bom contato pelo sonar e lançou dois ataques perfeitos com cargas profundas que aniquilaram o U-176. Este foi o único ataque bem-sucedido contra um submarino realizado por uma unidade de superfície menor que um PCE [Patrol Craft Escort] de 180 pés. Assim, o naufrágio é devidamente considerado com grande orgulho pela pequena mas eficiente Marinha cubana.

Também esteve presente Norberto Collado Abreu , que mais tarde encontrou a fama como piloto do Granma , o iate que trouxe Fidel Castro de volta a Cuba para reiniciar a Revolução Cubana .

Wolfpacks

O U-176 participou de dois wolfpacks , a saber.

Resumo da história de invasão

Encontro Navio Nacionalidade Tonelagem Destino
4 de agosto de 1942 Richmond Castle   Reino Unido 7.798 Afundado
8 de agosto de 1942 Kelso   Reino Unido 3.956 Afundado
8 de agosto de 1942 Monte Kassion   Grécia 7.914 Afundado
8 de agosto de 1942 Trehata   Reino Unido 4.817 Afundado
9 de agosto de 1942 Radchurch   Reino Unido 3.701 Afundado
25 de agosto de 1942 Empire Breeze   Reino Unido 7.457 Afundado
27 de novembro de 1942 Polydorus   Países Baixos 5.922 Afundado
13 de dezembro de 1942 Scania   Suécia 1.629 Afundado
16 de dezembro de 1942 Observador   Reino Unido 5.881 Afundado
13 de maio de 1943 Mambí   Cuba 1.983 Afundado
13 de maio de 1943 Nickeliner   Estados Unidos 2.249 Afundado

Referências

Bibliografia

  • Bishop, Chris (2006). Kriegsmarine U-boats, 1939–45 . Amber Books. ISBN   1-86227-352-9 .
  • Busch, Rainer; Röll, Hans-Joachim (1999). Comandantes de submarinos alemães da Segunda Guerra Mundial: um dicionário biográfico . Traduzido por Brooks, Geoffrey. Londres, Annapolis, Md: Greenhill Books, Naval Institute Press. ISBN   1-55750-186-6 .
  • Busch, Rainer; Röll, Hans-Joachim (1999). Deutsche U-Boot-Verluste von setembro de 1939 bis Mai 1945 [ perdas do submarino alemão de setembro de 1939 a maio de 1945 ]. Der U-Boot-Krieg (em alemão). IV . Hamburgo, Berlim, Bonn: Mittler. ISBN   3-8132-0514-2 .
  • Gröner, Erich; Jung, Dieter; Maass, Martin (1991). U-boats e navios de guerra de minas . Navios de guerra alemães 1815–1945 . 2 . Traduzido por Thomas, Keith; Magowan, Rachel. Londres: Conway Maritime Press. ISBN   0-85177-593-4 .

links externos