Francisco de Assis - Francis of Assisi

Da Wikipédia, a enciclopédia livre


Francisco de assis

Philip Fruytiers - São Francisco de Assis.jpg
Um retrato de São Francisco de Philip Fruytiers
Fundador da Ordem Franciscana, Confessora da Fé e Estigmatista
Nascer Giovanni di Pietro di Bernardone
1181 ou 1182
Assis , Ducado de Spoleto , Sacro Império Romano
Faleceu 3 de outubro de 1226 (com idade aproximada de 44 anos)
Assis, Umbria , Estados Papais
Venerado em
Canonizado 16 de julho de 1228, Assis , Estados Papais pelo Papa Gregório IX
Santuário principal Basílica de São Francisco de Assis
Celebração 4 de outubro
Atributos Hábito franciscano , pássaros , estigmas , crucifixo , livro e uma caveira
Patrocínio Ordem Franciscana , animais, comerciantes , ecologia , clandestinos , Naga, Cebu e Itália
A representação mais antiga de São Francisco que sobreviveu é um afresco perto da entrada da abadia beneditina de Subiaco , pintado entre março de 1228 e março de 1229. Ele é retratado sem os estigmas , mas a imagem é uma imagem religiosa e não um retrato.

Francisco de Assis (nascido Giovanni di Pietro di Bernardone ; italiano : Francesco d'Assisi ; latim : Franciscus Assisiensis ; 1181 ou 1182 - 3 de outubro de 1226), venerado como São Francisco de Assis , também conhecido em seu ministério como Francesco , era um italiano Frade católico , diácono , místico e pregador . Ele fundou a Ordem dos Frades Menores masculina, a Ordem Feminina de Santa Clara , a Ordem Terceira de São Francisco e a Custódia da Terra Santa . Francisco é uma das figuras religiosas mais veneradas do Cristianismo.

O Papa Gregório IX canonizou Francisco em 16 de julho de 1228. Junto com Catarina de Sena , ele foi designado padroeiro da Itália . Mais tarde, ele se tornou associado ao patrocínio de animais e do ambiente natural , e tornou-se costume as igrejas realizarem cerimônias de bênção de animais no dia de sua festa de 4 de outubro ou próximo a ele . Em 1219, ele foi ao Egito na tentativa de converter o Sultão para pôr fim ao conflito das Cruzadas . A essa altura, a Ordem Franciscana havia crescido a tal ponto que sua estrutura organizacional primitiva não era mais suficiente. Ele voltou à Itália para organizar a ordem. Uma vez que sua comunidade foi autorizada pelo Papa, ele se afastou cada vez mais dos assuntos externos.

Francisco é conhecido por seu amor à Eucaristia . Em 1223, Francisco organizou o primeiro presépio ao vivo de Natal . Segundo a tradição cristã, em 1224 ele recebeu os estigmas durante a aparição de um anjo seráfico em êxtase religioso , o que o tornaria a primeira pessoa na tradição cristã a carregar as feridas da Paixão de Cristo . Ele morreu durante a noite de 3 de outubro de 1226, enquanto ouvia uma leitura que havia pedido do Salmo 142 (141).

Biografia

Vida pregressa

Francisco de Assis nasceu no final de 1181 ou início de 1182, um dos vários filhos de um pai italiano , Pietro di Bernardone dei Moriconi, um próspero comerciante de seda, e de uma mãe francesa , Pica de Bourlemont, sobre a qual pouco se sabe, exceto que ela era uma nobre originária da Provença . Pietro estava na França a negócios quando Francisco nasceu em Assis , e Pica o batizou como Giovanni. Ao retornar a Assis, Pietro passou a chamar seu filho de Francesco ("o francês"), possivelmente em homenagem a seu sucesso comercial e entusiasmo por todas as coisas francesas. Como a criança foi renomeada na infância, a mudança dificilmente pode ter algo a ver com sua aptidão para aprender francês, como alguns pensaram.

Mimado pelos pais, Francis viveu a vida alegre, típica de um jovem rico. Quando jovem, Francesco tornou-se devoto dos trovadores e era fascinado por todas as coisas transalpinas . Ele era bonito, espirituoso, galante e adorava roupas finas. Ele gastou muito dinheiro. Embora muitos hagiógrafos comentem sobre suas roupas brilhantes, amigos ricos e amor pelos prazeres, suas demonstrações de desilusão com o mundo que o cercava surgiram bem cedo em sua vida, como é mostrado na "história do mendigo". Neste relato, ele estava vendendo tecido e veludo no mercado em nome de seu pai quando um mendigo veio até ele e pediu esmolas . Na conclusão de seu negócio, Francisco abandonou suas mercadorias e correu atrás do mendigo. Quando o encontrou, Francis deu ao homem tudo o que tinha nos bolsos. Seus amigos zombavam dele por sua caridade; seu pai o repreendeu com raiva.

Por volta de 1202, ele se juntou a uma expedição militar contra Perugia e foi feito prisioneiro em Collestrada, passando um ano como prisioneiro. Uma doença o levou a reavaliar sua vida. Ao retornar a Assis em 1203, Francisco voltou à sua vida despreocupada. Em 1205, Francisco partiu para a Apúlia para se alistar no exército de Walter III, conde de Brienne . Uma estranha visão o fez retornar a Assis e perder o interesse pela vida mundana. Segundo relatos hagiográficos , a partir de então passou a evitar os esportes e as festas de seus ex-companheiros. Um amigo perguntou-lhe se pensava em casar, ao que ele respondeu: "Sim, uma noiva mais bela do que qualquer uma de vocês já viu", referindo-se à sua "Senhora Pobreza".

Em uma peregrinação a Roma, ele se juntou aos pobres para mendigar na Basílica de São Pedro . Ele passou algum tempo em lugares solitários, pedindo a Deus por iluminação espiritual . Ele disse que teve uma visão mística de Jesus Cristo na capela abandonada de São Damião , nos arredores de Assis, na qual o Ícone de Cristo Crucificado lhe disse: "Francisco, Francisco, vá e conserte Minha casa que, como você pode ver , está caindo em ruínas. " Ele entendeu que isso significava a igreja em ruínas na qual ele estava orando no momento, e então vendeu alguns tecidos da loja de seu pai para ajudar o sacerdote ali com esse propósito. Quando o padre se recusou a aceitar os ganhos ilícitos, um Francisco indignado jogou as moedas no chão.

Para evitar a ira de seu pai, Francis escondeu-se em uma caverna perto de San Damiano por cerca de um mês. Quando voltou para a cidade, faminto e sujo, foi arrastado para casa pelo pai, espancado, amarrado e trancado em um pequeno depósito. Libertado pela mãe durante a ausência de Bernardone, Francisco voltou imediatamente a São Damião, onde encontrou abrigo com o sacerdote oficiante, mas logo foi citado perante os cônsules da cidade por seu pai. Este último, não contente por ter recuperado o ouro espalhado de São Damião, procurou também forçar seu filho a renunciar a sua herança a título de restituição. Em meio a um processo judicial perante o Bispo de Assis , Francisco renunciou ao pai e ao seu patrimônio . Alguns relatos relatam que ele se despiu em sinal de sua renúncia, e o bispo o cobriu com sua própria capa.

Nos meses seguintes, Francisco vagou como um mendigo nas colinas atrás de Assis. Ele passou algum tempo em um mosteiro vizinho trabalhando como ajudante de cozinha. Foi então a Gubbio, onde um amigo lhe deu, como esmola, a capa, o cinto e o cajado de peregrino. Retornando a Assis, percorreu a cidade pedindo pedras para a restauração da Basílica de São Damião. Ele as carregou para a velha capela, instalou ele mesmo e, por fim, a reconstruiu. Ao longo de dois anos, ele abraçou a vida de um penitente , durante a qual restaurou várias capelas em ruínas no campo ao redor de Assis, entre elas San Pietro in Spina (na área de San Petrignano no vale a cerca de um quilômetro de Rivotorto, hoje em propriedade privada e mais uma vez em ruína); e a Porciúncula , a pequena capela de Santa Maria dos Anjos na planície logo abaixo da cidade. Mais tarde, esta se tornou sua morada favorita . Aos poucos, ele começou a cuidar de leprosos , nas casas de lazareto perto de Assis .

Fundação das Ordens Franciscanas

Os frades menores

Certa manhã, em fevereiro de 1208, Francisco estava participando de uma missa na capela de Santa Maria dos Anjos, perto da qual ele já havia construído uma cabana. O Evangelho do dia era o "Comissionamento dos Doze" do Livro de Mateus. Os discípulos devem ir e proclamar que o Reino de Deus está próximo. Francisco foi inspirado a se dedicar a uma vida de pobreza. Tendo obtido uma túnica de lã grosseira, o vestido então usado pelos camponeses mais pobres da Úmbria, ele amarrou-se em torno de si com uma corda com nós e saiu por aí exortando o povo do campo à penitência, ao amor fraternal e à paz. A pregação de Francisco para pessoas comuns era incomum, pois ele não tinha licença para fazê-lo.

Seu exemplo atraiu outros. Em um ano, Francisco tinha onze seguidores. Os irmãos levavam uma vida simples na deserta casa de lazarismo de Rivo Torto, perto de Assis; mas eles gastaram muito de seu tempo vagando pelos distritos montanhosos da Úmbria , causando uma profunda impressão em seus ouvintes por suas exortações fervorosas.

Papa Inocêncio III aprovando os estatutos da Ordem dos Franciscanos, por Giotto , 1295–1300

Em 1209 ele compôs uma regra simples para seus seguidores ("frades"), a Regula primitiva ou "Regra Primitiva", que veio de versos da Bíblia. A regra era "Seguir os ensinamentos de nosso Senhor Jesus Cristo e seguir suas pegadas". Ele então conduziu seus primeiros onze seguidores a Roma para pedir permissão ao Papa Inocêncio III para fundar uma nova ordem religiosa. Ao entrarem em Roma, os irmãos encontraram o bispo Guido de Assis, que tinha em sua companhia Giovanni di San Paolo , o cardeal bispo de Sabina . O cardeal, que era o confessor do papa Inocêncio III, foi imediatamente simpático a Francisco e concordou em representá-lo perante o papa. Relutantemente, o papa Inocêncio concordou em se encontrar com Francisco e os irmãos no dia seguinte. Depois de vários dias, o papa concordou em admitir o grupo informalmente, acrescentando que quando Deus aumentasse o grupo em graça e número, eles poderiam retornar para uma admissão oficial. O grupo foi tonsurado . Isso era importante em parte porque reconhecia a autoridade da Igreja e impedia seus seguidores de acusações de heresia, como acontecera aos valdenses décadas antes. Embora vários conselheiros do papa considerassem o modo de vida proposto por Francisco como inseguro e impraticável, após um sonho em que viu Francisco segurando a Basílica de Latrão (a catedral de Roma, portanto, a "igreja doméstica" de toda a cristandade), ele decidiu endossar a ordem de Francisco. Isso ocorreu, segundo a tradição, em 16 de abril de 1210, e constituiu a fundação oficial da Ordem Franciscana . O grupo, então os "Irmãos Menores" ( Ordem dos Frades Menores também conhecida como Ordem Franciscana ou Ordem Seráfica ), estavam centrados na Porciúncula e pregaram primeiro na Umbria, antes de se expandir por toda a Itália. Francisco escolheu nunca ser ordenado sacerdote, embora mais tarde tenha sido ordenado diácono.

As Clarissas e a Ordem Terceira

A partir daí, a nova ordem cresceu rapidamente com novas vocações. Ouvindo Francisco pregar na igreja de San Rufino em Assis em 1211, a jovem nobre Clara de Assis procurou viver como Francisco. Seu primo Rufino também procurou se juntar a ele. Na noite de Domingo de Ramos , 28 de março de 1212, Clare deixou clandestinamente o palácio de sua família. Francisco a recebeu na Porciúncula e assim estabeleceu a Ordem das Damas Pobres. Ele deu a Clara um hábito religioso , uma vestimenta semelhante à sua, antes de hospedá-la, sua irmã mais nova Caterina e outras jovens em um mosteiro próximo de freiras beneditinas até que ele pudesse fornecer um retiro adequado para ela e para quem se juntou a ela . Mais tarde, ele os transferiu para São Damião, para algumas pequenas cabanas ou celas. Este se tornou o primeiro mosteiro da Segunda Ordem Franciscana, agora conhecido como Clarissas .

Para aqueles que não podiam deixar suas casas, Francisco mais tarde formou a Ordem Terceira dos Irmãos e Irmãs da Penitência , uma fraternidade composta por leigos ou clérigos cujos membros não se retiraram do mundo nem fizeram votos religiosos . Em vez disso, eles observaram os princípios da vida franciscana em suas vidas diárias. Em pouco tempo, essa Ordem Terceira cresceu além da Itália. A Ordem Terceira agora é intitulada Ordem Franciscana Secular .

Viagens

Determinado a levar o Evangelho a todos os povos e convertê-los, Francisco procurou em várias ocasiões levar sua mensagem para fora da Itália. No final da primavera de 1212, ele partiu para Jerusalém, mas naufragou por uma tempestade na costa da Dalmácia , forçando-o a retornar à Itália. Em 8 de maio de 1213, ele recebeu o uso da montanha de La Verna (Alverna) como um presente do Conde Orlando di Chiusi, que a descreveu como “eminentemente adequada para quem deseja fazer penitência em um lugar distante da humanidade”. A montanha se tornaria um de seus retiros favoritos de oração.

No mesmo ano, Francisco partiu para o Marrocos, mas uma doença o obrigou a interromper a viagem enquanto estava na Espanha.

Em 1219, acompanhado por outro frade e na esperança de converter o sultão do Egito ou ser martirizado na tentativa, Francisco foi para o Egito durante a Quinta Cruzada, onde um exército cruzado estava acampado por mais de um ano sitiando a cidade murada de Damietta . O sultão, al-Kamil , sobrinho de Saladino , sucedera a seu pai como sultão do Egito em 1218 e estava acampado rio acima de Damietta. Um ataque sangrento e inútil à cidade foi lançado pelos cristãos em 29 de agosto de 1219, após o qual ambos os lados concordaram com um cessar-fogo que durou quatro semanas. Foi provavelmente durante esse interlúdio que Francisco e seu companheiro cruzaram as linhas dos muçulmanos e foram apresentados ao sultão, permanecendo em seu acampamento por alguns dias. Os relatórios não fornecem informações sobre o que aconteceu durante o encontro, além de notar que o sultão recebeu Francisco graciosamente e que ele pregou aos muçulmanos. Ele voltou ileso. Nenhuma fonte árabe conhecida menciona a visita.

Francisco e outros tratando vítimas de lepra ou varíola

Esse incidente é mencionado em uma cena do ciclo de afrescos do final do século 13, atribuída a Giotto, na basílica superior de Assis.

Segundo algumas fontes recentes, o sultão deu permissão a Francisco para visitar os lugares sagrados da Terra Santa e até mesmo pregar ali. Tudo o que pode ser afirmado com segurança é que Francisco e seu companheiro deixaram o acampamento dos cruzados para o Acre , de onde embarcaram para a Itália na segunda metade de 1220. Baseando-se em um sermão de 1267 de Boaventura, fontes posteriores relatam que o sultão secretamente converteu ou aceitou um batismo no leito de morte como resultado do encontro com Francisco.

Devido a esses eventos em Jerusalém, os franciscanos estiveram presentes na Terra Santa quase ininterruptamente desde 1217. Eles receberam concessões do Sultão Mameluco em 1333 no que diz respeito a alguns Lugares Santos em Jerusalém e Belém , e (no que diz respeito à Igreja Católica) privilégios jurisdicionais do Papa Clemente VI em 1342.

Reorganização da Ordem Franciscana

São Francisco pregando aos pássaros fora de Bevagna ( Mestre de São Francisco ).

A ordem crescente de frades foi dividida em províncias ; grupos foram enviados para a França, Alemanha, Hungria e Espanha e para o Oriente. Ao receber a notícia do martírio de cinco irmãos no Marrocos , Francisco voltou para a Itália via Veneza . O cardeal Ugolino di Conti foi então nomeado pelo papa como protetor da ordem. Outra razão para o retorno de Francisco à Itália foi que a Ordem Franciscana havia crescido a uma taxa sem precedentes em comparação com as ordens religiosas anteriores, mas sua sofisticação organizacional não acompanhou esse crescimento e tinha pouco mais para governá-la do que o exemplo e o governo simples de Francisco . Para resolver este problema, Francisco preparou uma regra nova e mais detalhada, a "Primeira regra" ou " Regula sem bula papal " ( Regula prima , Regula non bullata ), que novamente afirmava a devoção à pobreza e à vida apostólica. No entanto, também introduziu uma maior estrutura institucional, embora isso nunca tenha sido oficialmente endossado pelo papa.

Em 29 de setembro de 1220, Francisco entregou o governo da ordem ao Irmão Pedro Catani na Porciúncula, mas Pedro morreu apenas cinco meses depois.

Honório III Aprova a Regra de São Francisco de Assis , Bartolomeu del Castro, c. 1500 ( Museu de Arte da Filadélfia )

O Irmão Peter foi sucedido pelo Irmão Elias como Vigário de Francisco. Dois anos depois, Francisco modificou a "Primeira Regra", criando a "Segunda Regra" ou "Regra com uma Bula", que foi aprovada pelo Papa Honório III em 29 de novembro de 1223. Como regra oficial da ordem, apelava aos frades " observar o Santo Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, vivendo na obediência, sem nada de nosso e na castidade ”. Além disso, estabeleceu regras para disciplina, pregação e entrada na ordem. Depois que a regra foi endossada pelo papa, Francisco se afastou cada vez mais dos assuntos externos. Durante 1221 e 1222, ele cruzou a Itália, primeiro até o sul, até Catânia, na Sicília, e depois até o norte, até Bolonha .

Estigmas, dias finais e santidade

Francisco considerou seus estigmas parte da Imitação de Cristo . Cigoli , 1699

Enquanto ele estava orando na montanha de Verna, durante um jejum de quarenta dias em preparação para Michaelmas (29 de setembro), Francisco teria tido uma visão em ou por volta de 13 de setembro de 1224, a Festa da Exaltação da Cruz , como como resultado, ele recebeu os estigmas . O irmão Leão, que estava com Francisco na época, deixou um relato claro e simples do acontecimento, o primeiro relato definitivo do fenômeno dos estigmas. "De repente, ele teve a visão de um serafim, um anjo de seis asas em uma cruz. Este anjo deu a ele o dom das cinco feridas de Cristo." Sofrendo desses estigmas e do tracoma , Francisco recebeu atendimento em várias cidades ( Siena , Cortona , Nocera ) sem sucesso. No final, ele foi levado de volta para uma cabana ao lado da Porciúncula. Aqui ele passou seus últimos dias ditando seu testamento espiritual. Morreu na noite de sábado, 3 de outubro de 1226, cantando o Salmo 141, "Voce mea ad Dominum" .

Em 16 de julho de 1228, foi declarado santo pelo Papa Gregório IX (o ex-cardeal Ugolino di Conti, amigo de Francisco e cardeal protetor da Ordem). No dia seguinte, o papa lançou a pedra fundamental da Basílica de São Francisco em Assis. Francisco foi sepultado em 25 de maio de 1230, sob a Basílica Inferior, mas seu túmulo foi logo escondido por ordem do irmão Elias para protegê-lo dos invasores sarracenos. Seu local de sepultamento permaneceu desconhecido até ser redescoberto em 1818. Pasquale Belli então construiu para os restos mortais uma cripta na Basílica Inferior. Foi remodelado entre 1927 e 1930 em sua forma atual por Ugo Tarchi. Em 1978, os restos mortais de Francisco foram examinados e confirmados por uma comissão de estudiosos nomeados pelo Papa Paulo VI e colocados em uma urna de vidro no antigo túmulo de pedra.

Personagem e legado

São Francisco conversando com o lobo de Gubbio ( Carl Weidemeyer , 1911)

Francisco decidiu imitar a Cristo e realizar literalmente sua obra. Isso é importante para compreender o caráter de Francisco, sua afinidade com a Eucaristia e o respeito pelos sacerdotes que cumprem o sacramento. Ele pregou: "O teu Deus é da tua carne, Ele vive no teu próximo mais próximo, em cada homem."

Ele e seus seguidores celebraram e até veneraram a pobreza, que era tão central em seu caráter que em sua última obra escrita, o Testamento, ele disse que a pobreza pessoal e corporativa absoluta era o estilo de vida essencial para os membros de sua ordem.

Ele acreditava que a própria natureza era o espelho de Deus. Ele chamou todas as criaturas de seus "irmãos" e "irmãs", e até pregou para os pássaros e supostamente persuadiu um lobo em Gubbio a parar de atacar alguns habitantes locais se eles concordassem em alimentar o lobo. Seu profundo senso de fraternidade sob Deus abrangia outros, e ele declarou que "ele não se considerava amigo de Cristo se não tivesse carinho por aqueles por quem Cristo morreu".

A visita de Francisco ao Egito e a tentativa de reaproximação com o mundo muçulmano tiveram consequências de longo alcance, muito além de sua própria morte, pois após a queda do Reino dos Cruzados , seriam os franciscanos, de todos os católicos, os que teriam permissão para ficar na Terra Santa e ser reconhecidos como " Custódios da Terra Santa " em nome da Igreja Católica .

Em Greccio, perto de Assis, por volta de 1220, Francisco celebrou o Natal criando o primeiro presépio ou creche conhecido ( presépio ). Suas imagens de presépio refletiram a cena em pinturas tradicionais. Ele usou animais reais para criar uma cena viva para que os fiéis pudessem contemplar o nascimento do menino Jesus de forma direta, valendo-se dos sentidos, principalmente da visão. Tanto Tomás de Celano quanto Boaventura , biógrafos de Francisco, contam como ele usou apenas uma manjedoura cheia de palha (cocho de alimentação) colocada entre um boi real e um burro . Segundo Thomas, era belo em sua simplicidade, com a manjedoura servindo de altar para a missa de Natal.

Natureza e meio ambiente

Uma estátua de Francisco de Assis no jardim com pássaros

Francisco pregou a doutrina cristã de que o mundo foi criado bom e belo por Deus, mas necessita de redenção por causa do pecado humano. Como alguém que viu Deus refletido na natureza, "São Francisco era um grande amante da criação de Deus ..." No Cântico do Sol ele dá graças a Deus pelo Irmão Sol, Irmã Lua, Irmão Vento, Água, Fogo e Terra , tudo o que ele vê como rendendo louvor a Deus.

Muitas das histórias que cercam a vida de Francisco dizem que ele tinha um grande amor pelos animais e pelo meio ambiente. O "Fioretti" ("Pequenas Flores"), é uma coleção de lendas e folclore que surgiu após sua morte. Um relato descreve como um dia, enquanto Francisco estava viajando com alguns companheiros, eles encontraram um lugar na estrada onde pássaros enchiam as árvores dos dois lados. Francisco disse a seus companheiros para "esperarem por mim enquanto vou pregar para minhas irmãs os pássaros". Os pássaros o cercaram, intrigados com o poder de sua voz, e nenhum deles voou para longe. Ele geralmente é retratado com um pássaro, normalmente em suas mãos.

Outra lenda do Fioretti conta que na cidade de Gubbio , onde Francisco viveu por algum tempo, havia um lobo "terrível e feroz, que devorava homens tanto quanto animais". Francisco subiu às colinas e quando encontrou o lobo, fez o sinal-da-cruz e mandou que o lobo fosse até ele e não machucasse ninguém. Então Francisco conduziu o lobo para a cidade, e cercado por cidadãos assustados fez um pacto entre eles e o lobo. Como o lobo tinha “feito o mal por causa da fome, os habitantes da cidade deveriam alimentá-lo regularmente. Em troca, o lobo não iria mais atacá-los ou seus rebanhos. Desta forma, Gubbio foi libertado da ameaça do predador.

Em 29 de novembro de 1979, o Papa João Paulo II declarou Francisco o padroeiro da ecologia. Em 28 de março de 1982, João Paulo II disse que o amor e o cuidado de Francisco pela criação eram um desafio para os católicos contemporâneos e um lembrete "não se comportar como predadores dissidentes no que diz respeito à natureza, mas assumir a responsabilidade por ela, tomando todo cuidado para que tudo fica saudável e integrado, de modo a oferecer um ambiente acolhedor e amigável até mesmo para aqueles que nos sucedem. ” O mesmo Papa escreveu por ocasião do Dia Mundial da Paz, 1 de janeiro de 1990, que Francisco “convidou toda a criação - animais, plantas, forças naturais, até o irmão Sol e a irmã Lua - a dar honra e louvor ao Senhor. O pobre de Assis dá-nos um testemunho notável de que, quando estamos em paz com Deus, podemos nos dedicar melhor à construção dessa paz com toda a criação, que é inseparável da paz entre todos os povos ”.

É uma prática popular em sua festa, 4 de outubro, que as pessoas tragam seus animais de estimação e outros animais à igreja para uma bênção.

Dia de banquete

Último lugar de descanso de Francisco em Assis

A festa de Francisco é comemorada em 4 de outubro. Uma festa secundária em homenagem aos estigmas recebidos por Francisco, celebrada em 17 de setembro, foi inserida no Calendário Romano Geral em 1585 (posterior ao Calendário Tridentino ) e suprimida em 1604, mas foi restaurada em 1615. No Novo Missal Romano de 1969, foi retirado novamente do Calendário Geral, como uma espécie de duplicação da festa principal de 4 de outubro, e deixado para os calendários de algumas localidades e da Ordem Franciscana. Onde quer que o Missal Trindentino seja usado, entretanto, a festa dos Estigmas permanece no Calendário Geral.

Francis é homenageado com um Festival Menor na Igreja da Inglaterra , Igreja Anglicana do Canadá , Igreja Episcopal dos EUA , Igrejas Antigas Católicas , Igreja Evangélica Luterana na América e outras igrejas e comunidades religiosas em 4 de outubro .

Nome papal

Em 13 de março de 2013, após sua eleição como Papa, o Arcebispo e Cardeal Jorge Mario Bergoglio da Argentina escolheu Francisco como seu nome papal em homenagem a Francisco de Assis, tornando-se Papa Francisco .

Em sua primeira audiência em 16 de março de 2013, o Papa Francisco disse aos jornalistas que havia escolhido o nome em homenagem a Francisco de Assis, e o fez porque estava especialmente preocupado com o bem-estar dos pobres. O pontífice contou que o cardeal Cláudio Hummes lhe disse: "Não se esqueça dos pobres", logo após a eleição; isso fez Bergoglio pensar em Francisco. É a primeira vez que um papa assume o nome.

Patrocínio

Uma relíquia de Francisco de Assis

Em 18 de junho de 1939, o Papa Pio XII nomeou Francisco um santo padroeiro da Itália junto com Catarina de Sena com a carta apostólica "Licet Commissa". O Papa Pio também mencionou os dois santos no discurso laudativo que proferiu em 5 de maio de 1949, na Igreja de Santa Maria Sopra Minerva .

Francisco é o patrono dos animais, comerciantes e ecologia. Ele também é considerado o patrono contra morrer sozinho; contra o fogo; patrono da Ordem Franciscana e da Ação Católica ; de famílias, paz e costureiros. Ele é o patrono de muitas dioceses e outras localidades ao redor do mundo, incluindo: Itália; San Pawl il-Bahar , Malta; Freising, Alemanha ; Lancaster, Inglaterra ; Kottapuram, Índia ; San Francisco de Malabon, Filipinas (General Trias City); São Francisco, Califórnia ; Santa Fé, Novo México ; Colorado ; Salina, Kansas ; Metuchen, Nova Jersey ; e Quibdó , Colômbia.

Catolicismo externo

protestantismo

Vários grupos protestantes surgiram desde o século 19 que se esforçam para aderir aos ensinamentos de São Francisco.

Um dos resultados do Movimento de Oxford na Igreja Anglicana durante o século 19 foi o restabelecimento das ordens religiosas, incluindo algumas de inspiração franciscana. As principais comunidades anglicanas na tradição franciscana são a Comunidade de São Francisco (mulheres, fundada em 1905), as Clarissas da Reparação (PCR), a Sociedade de São Francisco (homens, fundada em 1934) e a Comunidade de São Clare (mulheres, anexo).

Uma ordem fundada nos Estados Unidos dentro da comunhão mundial anglicana é a ordem das Clares, fundada em Seattle (Diocese de Olympia), The Little Sisters of St. Clare.

Existem também algumas pequenas comunidades franciscanas dentro do protestantismo europeu e da Velha Igreja Católica . Existem algumas ordens franciscanas nas igrejas luteranas , incluindo a Ordem dos Franciscanos Luteranos , a Irmandade Evangélica de Maria e a Evangelische Kanaan Franziskus-Bruderschaft (Irmãos Franciscanos de Kanaan).

A igreja anglicana manteve a tradição católica de abençoar animais no dia da festa de Francisco ou próximo a ele, 4 de outubro, e mais recentemente as igrejas luteranas e protestantes adotaram a prática.

Igrejas ortodoxas

A festa de Francisco é celebrada em New Skete , uma comunidade monástica cristã ortodoxa em Cambridge, Nova York .

Outras religiões

Fora do Cristianismo, outros indivíduos e movimentos são influenciados pelo exemplo e ensinamentos de Francisco. Entre eles está o popular filósofo Eckhart Tolle , que fez vídeos sobre a espiritualidade de Francisco.

A comunidade espiritual inter-religiosa de Skanda Vale também se inspira no exemplo de Francisco e se apresenta como uma ordem franciscana inter-religiosa.

Escritos principais

  • Canticum Fratris Solis ou Laudes Creaturarum ; Cântico do Sol
  • Oração antes do crucifixo, 1205 (existente no dialeto da Úmbria original, bem como em uma tradução latina contemporânea)
  • Regula non bullata , a regra anterior, 1221
  • Regula bullata , a regra posterior, 1223
  • Testamento , 1226
  • Admoestações

Para uma lista completa, veja The Franciscan Experience .

Francisco é considerado o primeiro poeta italiano por alguns críticos literários. Ele acreditava que os plebeus deveriam ser capazes de orar a Deus em sua própria língua e escrevia freqüentemente no dialeto da Úmbria em vez do latim.

A oração anônima do século 20 " Faça-me um instrumento de sua paz " é amplamente atribuída a Francisco, mas não há evidência disso.

Em arte

A Ordem Franciscana promoveu a devoção à vida de Francisco desde a sua canonização. A encomenda encomendou muitas obras para as igrejas franciscanas, quer mostrando-o com figuras sagradas, quer episódios da sua vida. Existem grandes ciclos iniciais de afrescos na Basílica de São Francisco de Assis , partes dos quais são mostradas acima.

meios de comunicação

Basílica de São Francisco, Assis
Estátua de São Francisco em frente à Igreja Católica de Chania .

Filmes

Música

Livros sobre Francisco (seleção)

Centenas de livros foram escritos sobre ele. As seguintes sugestões são do frade franciscano Conrad Harkins (1935-2020), diretor do Instituto Franciscano da Universidade São Boaventura.

  • Paul Sabatier , Vida de São Francisco de Assis (Scribner's, 1905).
  • Johannes Jurgensen , St. Francis of Assisi: A Biography (traduzido por T. O'Conor Sloane; Longmans, 1912).
  • Arnaldo Fortini, Francis of Assisi (traduzido por Helen Moak, Crossroad, 1981).
  • John Moorman , São Francisco de Assis (SPCK, 1963)
  • John Moorman, A Espiritualidade de São Francisco de Assis (Our Sunday Visitor, 1977).
  • Erik Doyle, St. Francis and the Song of Brotherhood (Seabury, 1981).
  • Raoul Manselli , St. Francis of Assisi (traduzido por Paul Duggan; Franciscano, 1988).

Outro

  • No poema " Los Motivos Del Lobo " de Rubén Darío , São Francisco doma um lobo terrível para descobrir que o coração humano nutre desejos mais sombrios que os da fera.
  • Em Fyodor Dostoyevsky de Os irmãos Karamazov , Ivan Karamazov invoca o nome de 'Pater Seraphicus', um epíteto aplicado a São Francisco, para descrever guia espiritual de Alyosha Zózimo. A referência é encontrada no Fausto de Goethe , Parte 2, Ato 5, linhas 11.918–25.
  • Em Mont St. Michel e Chartres , o capítulo de Henry Adams sobre os "Místicos" discute Francisco extensivamente.
  • Francesco's Friendly World foi uma série de animação cristã direta para vídeo de 1996-97 produzida pela Lyrick Studios que era sobre Francesco e seus amigos animais falantes enquanto eles reconstruíam a Igreja de San Damiano.
  • Rich Mullins co-escreveu Canticle of the Plains , um musical, com Mitch McVicker. Lançado em 1997, foi baseado na vida de São Francisco de Assis, mas contada como uma história ocidental.
  • O romance de Bernard Malamud , The Assistant (1957), apresenta um protagonista, Frank Alpine, que exemplifica a vida de São Francisco em meados do século 20 no Brooklyn, em Nova York.

Veja também

Orações

Referências

Notas

Citações

Origens

  • Brady, Ignatius Charles; Cunningham, Lawrence (29 de setembro de 2020). “São Francisco de Assis” . Encyclopædia Britannica . Enciclopédia Britânica, Inc . Página visitada em 5 de outubro de 2020 .
  • Brooke, Rosalind B. (2006). A imagem de São Francisco: Respostas à santidade no século XIII . Cambridge University Press.
  • Delio, Ilia (20 de março de 2013). “Francisco de Assis, o místico da natureza” . The Washington Post .
  • Scripta Leonis, Rufini et Angeli Sociorum S. Francisci: The Writings of Leo, Rufino and Angelo Companions of St. Francis, manuscrito original, 1246, compilado pelo irmão Leo e outros companheiros (1970, 1990, reimpresso com correções), Oxford, Oxford University Press, editado por Rosalind B. Brooke, em latim e inglês, ISBN   0-19-822214-9 , contendo depoimentos registrados por companheiros íntimos de longa data de São Francisco
  • Francisco de Assis, as pequenas flores (Fioretti) , Londres, 2012. limovia.net ISBN   978-1-78336-013-0
  • Bonaventure; Cardeal Manning (1867). A Vida de São Francisco de Assis (da Legenda Sancti Francisci) (ed. 1988). Rockford, Illinois: TAN Books & Publishers. ISBN   978-0-89555-343-0
  • Chesterton, Gilbert Keith (1924). São Francisco de Assis (14 ed.). Garden City, Nova York: Image Books.
  • Englebert, Omer (1951). A vida dos santos. Nova York: Barnes & Noble.
  • Karrer, Otto, ed., St. Francis, The Little Flowers, Legends, and Lauds, trad. N. Wydenbruck, (Londres: Sheed and Ward , 1979)
  • Tolan, John V. (2009). São Francisco e o Sultão: a curiosa história de um encontro cristão-muçulmano . Imprensa da Universidade de Oxford. ISBN   978-0-19-923972-6 .

Leitura adicional

  • Acocella, Joan (14 de janeiro de 2013). "Homem Rico, Homem Pobre: ​​As Visões Radicais de São Francisco" . The New Yorker . 88 (43). pp. 72–77 . Retirado em 23 de janeiro de 2015 .
  • Antony, Manjiyil. Assisiyile Francis. Alwaye, Santhome Creations, 2013.
  • Fioretti di San Francesco , as " Pequenas Flores de São Francisco ", final do século XIV: uma versão italiana anônima do Actus ; a mais popular das fontes, mas muito tardia e, portanto, não é a melhor autoridade de forma alguma.
  • Friar Julian of Speyer , Vita Sancti Francisci , 1232–1239.
  • Frei Tommaso da Celano : Vita Prima Sancti Francisci , 1228; Vita Secunda Sancti Francisci , 1246–1247; Tractatus de Miraculis Sancti Francisci , 1252–1253.
  • Frei Elias, Epistola Encyclica de Transitu Sancti Francisci , 1226.
  • Papa Gregório IX, Bulla "Mira circa nos" para a canonização de São Francisco, 19 de julho de 1228.
  • São Boaventura de Bagnoregio, Legenda Maior Sancti Francisci , 1260–1263.
  • As Pequenas Flores de São Francisco (traduzido por Raphael Brown), Doubleday , 1998. ISBN   978-0-385-07544-2
  • As Pequenas Flores de São Francisco de Assis (traduzido por HE Manning), Old Saybrook, CT: Konecky & Konecky, 2005. ISBN   1-56852-559-1
  • Valerie Martin , Salvation: Scenes from the Life of St. Francis , Nova York: Alfred A. Knopf, 2001. ISBN   0-375-40983-1
  • Donald Spoto , Santo Relutante: A Vida de Francisco de Assis , Nova York: Viking Compass, 2002. ISBN   0-670-03128-3
  • Timothy Verdun, The Story of St. Francis of Assisi: In Twenty-Eight Scenes , Brewster, MA: Paraclete Press, 2015. ISBN   978-1-61261-685-8
  • Ugolino da Montegiorgio, Actus Beati Francisci et sociorum eius , 1327–1342.

links externos